RIO DE SÃO FRANCISCO – O VELHO CHICO – O NILO DO BRASIL – por João Machado

 

geo1

Bacia_sao_francisco

O rio de São Francisco nasce no estado de Minas Gerais, na Serra da Canastra. Percorre mais  de 2800 quilómetros, de sul para norte, atravessando cinco estados (Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe), antes de desaguar no Oceano Atlântico, junto à divisória dos estados de Alagoas e Sergipe. Recebe água de 168 afluentes. A sua bacia hidrográfica estende-se por cerca 640.000 quilómetros quadrados, distribuídos pelos estados já referidos e também pelo Goiás e Distrito Federal. É o maior rio inteiramente brasileiro. Entretanto alguns estudos têm levado à conclusão de o São Francisco será sim um afluente do Samburá, que, até à data, tem sido considerado como um seu afluente. O Samburá percorre 147 quilómetros até à confluência com o São Francisco, enquanto que este percorre apenas 98. E o caudal de águas do primeiro é muito superior ao do segundo. Sobre este assunto, aguardam-se as conclusões oficiais sobre a revisão do mapa hidrográfico brasileiro.

Encontro do rio São Francisco com o Oceano Atlântico, em Piaçabuçu, Alagoas. Obrigado a Maurício 2008 e á Wikimedia Commons

Encontro do rio São Francisco com o Oceano Atlântico, em Piaçabuçu, Alagoas.
Obrigado a Maurício 2008 e à Wikimedia Commons

Atribui-se o baptismo do rio S. Francisco a Américo Vespúcio, que o terá encontrado a 4 de Outubro de 1501, no dia em que se festeja S. Francisco de Assis. O São Francisco terá sido uma das principais vias de penetração no Brasil, apesar da forte oposição das tribus índias que povoavam as suas margens. A cidade de Penedo, a menos de 40 quilómetros da foz, foi fundada em 1522, por Duarte Coelho Pereira, donatário de Pernambuco. Hoje em dia tem o nome de Penedo de São Francisco, e fica no estado de Alagoas. Nos anos seguintes, outros colonizadores subiram o rio, estabelecendo criações de gado e procurando ouro e pedras preciosas. Assim, o Velho Chico, nome popular carinhoso dado a um rio tão importante,  foi-se firmando como uma importante ligação entre o sul e o nordeste, constituindo um símbolo da unidade e da integração do Brasil. Liga o sul, industrial e mineiro, com plantações de café e outras, ao nordeste rural. Inclusive tem servido de via às populações do interior que, fugindo às secas, procuram os centros urbanos do sul.

Rio São Francisco dividindo as cidades de Petrolina-Juazeiro. A primeira fica no estado de Pernambuco, a segunda no estado da Bahia.

Rio São Francisco dividindo as cidades de Petrolina-Juazeiro. A primeira fica no estado de Pernambuco, a segunda no estado da Bahia. Obrigado a Giovane Carneiro e à Wikimedia Commons.

O São Francisco atravessa zonas de diferentes características geográficas. A parte superior e a final  do rio apresentam normalmente importantes índices pluviométricos, que garantem o fluxo de água, enquanto que a parte central atravessa regiões secas e até áridas. A imagem acima mostra uma vista da maior conurbação situada no interior brasileiro semi-árido. O São Francisco tem dado um contributo decisivo para contrabalançar os problemas da escassez de água nesta região. Daí o chamarem-no também o Nilo brasileiro. Ao longo do seu curso existem seis grandes centrais hidro-eléctricas. Entretanto, os problemas motivados pelas alterações climatéricas, que estarão a ser agravados pelo desmatamento e pelo grande consumo de água necessária aos grandes centros urbanos e à agro-indústria, são sérios e terão contribuido para a grande seca de 2014, que chegou a afectar as nascentes do rio. Entretanto o governo brasileiro projecta um grande empreendimento de transposição de águas do São Francisco para beneficiar zonas do norte, o Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional, de que obtivemos uma breve descrição na wikipedia, que podem ver no primeiro link abaixo.

Cachoeira de Paulo Afonso

Cachoeira de Paulo Afonso

Paulo Afonso é um município do estado da Bahia, situado na zona da caatinga, junto à fronteira com o estado de Alagoas. A localidade data do século XVIII, e hoje é uma cidade com mais de 100.000 habitantes. Existe ali um grande empreendimento hidroeléctrico. Paulo Afonso deve a sua vida, sem dúvida, à presença do rio São Francisco. Nos links abaixo podem encontrar elementos para tentar formular uma ideia sobre a problemática que afecta o rio e conhecer melhor a sua importância para o Brasil.

_______

Ver mais em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Transposi%C3%A7%C3%A3o_do_rio_S%C3%A3o_Francisco

http://g1.globo.com/mg/centro-oeste/noticia/2014/12/imagens-de-nascente-do-rio-sao-francisco-com-agua-sao-registradas.html

http://marte.dpi.inpe.br/col/ltid.inpe.br/sbsr/2002/11.20.18.39/doc/03_396.pdf

http://www.frigoletto.com.br/GeoFis/Bacias/baciasfranc.htm

http://www.infoescola.com/geografia/rio-sao-francisco/

https://pt-pt.facebook.com/pages/Rio-S%C3%A3o-Francisco-Velho-Chico/112159812127572

http://meuvelhochico.blogspot.pt/

http://ambientes.ambientebrasil.com.br/agua/artigos_agua_doce/o_velho_chico.html

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: