DIA DA GALIZA. “Escolas de imersão no português da Galiza” – Escolas de ensino Semente*

* (As Escolas de Ensino Galego Semente são uma iniciativa social sem fins lucrativos que pretende constituir as bases necessárias para a criação da Escola Nacional Galega)

logowebTomam o nome das Escolas de Ensino Galego criadas no começo do século XX pelas Irmandades da Fala, sob o impulso de Leandro Carré e de Ângelo Casal até a sublevação fascista de 1936 acabar com a vida do segundo e com qualquer tentativa de ensino em galego. A mudança de regime em 1978 não possibilitou uma educação à íntegra no português da Galiza como aconteceu na Catalunha e no Pais Basco, mas apenas o seu uso nalgumas matérias.

Com o decorrer dos anos a situação em pouco mudou e foi em finais do passado século que nasce o coletivo Famílias polo Galego para tentar garantir o direito à educação em galego para as crianças das cidades. A VOGAL, em princípios do presente século, revolucionou a oferta educativa alternativa ao utilizar na escrita o padrão português mas também não alcançou continuidade.

A chegada à presidência da Junta da Galiza do galegófobo Nunes Feijó em 2009 e a acelerada queda na transmissão da língua entre as gerações provocou o surgimento de mais duas iniciativas: Galiza co Galego que por enquanto abriu uma creche no concelho de Narom e a Semente com uma escola consolidada em Compostela e mais três no próximo curso em Vigo, Ferrol e a própria Compostela.

Nas Escolas de Ensino Galego Semente todas as atividades são desenvolvidas na língua do nosso povo, favorecendo a aquisição, conservação, cuidado e consolidação da mesma. Entendemos a língua galega como parte indissolúvel da nossa cultura, da nossa história e do nosso futuro, e defendemos o seu carácter internacional e a criação dum espaço de interculturalidade e fomento da importância do respeito às outras culturas que vivem no nosso país.

1150318_1401753170048139_306958754_n

As escolas Semente são um espaço de uma pedagogia transformadora ao serviço dos interesses populares. Defendemos para a nossa escola : coeducação, laicidade, assemblearismo, interação com a natureza, pensamento crítico e criativo, liberdade responsável, respeito pela autorregulação da criança e integração no contexto do bairro e da cidade.

O público-alvo das escolas são crianças urbanas de 2 a 6 anos mas nas tardes e aos fins-de-semana oferecem-se atividades para todas as idades mesmo para bebés e pessoas adultas.

Ao se tratar dum projeto popular, a Semente precisa da colaboração económica e não só, qualquer ajuda é bem recebida.

Pode contatar connosco em sementevigo@gmail.com ; info@sementecompostela.com e seguir-nos em sementecompostela e sementevigo.com e em facebook.com/semente.vigo e facebook.com/semente.compostela.

Leave a Reply