CARTA DE LISBOA – Catalunha, onde começa e acaba a democracia? – por Pedro Godinho

lisboa

Hoje é o Dia nacional da Catalunha (Diada).

A população da Catalunha é de cerca de 7,5 milhões.

Entre 1,5 e 2 milhões (550 mil segundo o governo de Madrid; 1,2 milhões de acordo com a polícia local) de pessoas inundaram a avenida Meridiana, em Barcelona, em torno do lema Catalunha, novo estado da Europa e do tema Via livre para a República Catalã, defendendo o direito a decidir sobre a autodeterminação da Catalunha.

Espanha é uma construção de carácter imperial, que tem mostrado ao longo da história ser capaz da maior brutalidade para subjugar as nações a que, pela força, se impôs e domina – se necessário, usando continentalmente da mesma violência que usou no colonialismo ultramarino.

Também a Catalunha teve  as instituições, língua e cultura proibidas durante muito tempo, em que só ao espanhol (ao castelhano) era reconhecido poder existir.

Imaginemos que o resultado da batalha de 11 de setembro de 1714 tinha sido o contrário, com uma vitória esmagadora das tropas catalãs, seguindo-se-lhe a imposição da dissolução e abolição do governo e das instituições castelhanas e uma longa dominação catalã. Não seria legítimo Castela e os castelhanos quererem decidir do seu governo e poder pronunciar-se sobre a sua independência?

Os catalães querem ser consultados sobre a sua vida, o seu governo, o seu futuro. Sobre a sua independência. A sua exigência é por uma consulta democrática e pacífica – a violência tem sempre estado do lado do Estado Espanhol.

Pode falar-se de democracia quando é recusado o direito a decidir sobre o próprio governo? Onde acaba a democracia? Os povos só são livres de votar quando aceitam a dominação, quando votam de acordo com a vontade dos Senhores?

4 comments

  1. Francisco Tavares

    E se …….. tipicamente português! Porque será que na América latina se fala português e castelhano? Além dos dialectos locais.

    Gostar

  2. Carlos A P M Leça da Veiga

    Se o império português – como tantos outros – mereceu ter um fim, que razão haverá para o castelhano poder perdurar? Viva a Europa das Cem Bandeiras. CLV

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: