CRÓNICAS DO QUOTIDIANO – O DEUS DE FÁTIMA É UM MONSTRO. E O DA BÍBLIA? – por Mário de Oliveira

quotidiano1


Inesperadamente, fui atacado ontem em Felgueiras, quando me preparava para arrancar no velho clio, depois de entregar no correio exemplares do meu Livro FÁTIMA S.A. A entrevista divulgada, ontem, na edição online do JN está a deixar muita gente à beira de um ataque de nervos. Não só católicos fanáticos de Fátima. Também certos agnósticos e ateus que não suportam o estilo jornalístico-teológico sem eufemismos com que me exprimo. O ataque foi protagonizado por uma mulher. Viu-me, pronto a arrancar, e aproxima-se, sorridente. Abre a porta do lado do passeio, não por uma boleia, mas para me atacar com a Bíblia e o Deus da Bíblia. Ainda pensei que vinha por um exemplar de FÁTIMA S.A. em consequência da entrevista. Não vinha. Mas já que lhe falei do livro e da entrevista, ela pegou na deixa e pôs-se-me a reproduzir a cassete contra Fátima, que a igreja não católica que frequenta já lhe gravou na mente. Como se eu fosse um analfabeto no assunto e não soubesse que o Deus de Fátima é um monstro. Aproveitei uma breve pausa feita por ela, e digo-lhe isso mesmo. Nem me ouviu – estremeceu. E lá prosseguiu na reprodução da cassete até ao fim. De Fátima, passou logo para a Bíblia que tem em casa, estuda e toma tudo à letra. Calculem o escândalo dela, quando a interrompo, para lhe afirmar e perguntar: O Deus de Fátima é um monstro. E o Deus da Bíblia? A mulher nem quer acreditar no que acaba de ouvir da boca deste seu conhecido padre-jornalista. Quase desmaia. Pior ainda, quando a esclareço que o próprio Jesus, o filho de Maria, é preso-julgado-condenado-executado na cruz do império de Roma, em Abril do ano 30, precisamente por ensinar que até o Deus da Bíblia, cultuado pelos sumos-sacerdotes naquele covil de ladrões que era, então, o templo de Jerusalém, é um monstro. E, quando acrescento: O mesmo digo eu, hoje, do Deus da Bíblia judeo-cristã e do Alcorão, com que sacerdotes, pastores e líderes religiosos muçulmanos aterrorizam as populações que os frequentam e aos seus cultos.

9 Outubro 2015

 

https://www.youtube.com/watch?v=LRAPWAfI_eQ

Leave a Reply