Posts Tagged: fátima

APRESENTAÇÃO de “ARTUR DE OLIVEIRA SANTOS – UM REPUBLICANO IDEALISTA (1884-1955) – O Administrador de Ourém ao tempo das Aparições de Fátima” – HOJE, SÁBADO, 4 de JULHO, às 18 horas, no MUSEU MUNICIPAL de OURÉM

  Saiba mais sobre a OBRA e sobre o AUTOR aqui!           Edições Colibri http://www.edi-colibri.pt colibri@edi-colibri.pt  

FRATERNIZAR – MAS ENTÃO ATÉ A SENHORA DE FÁTIMA TEM MEDO DA COVID-19?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Azinheiras, ainda há muitas em Fátima e noutros pontos do país, como em 1917. Já não há, felizmente, tantas crianças aterrorizadas como aqueles dois irmãos, Jacinta, 7 anitos e Francisco, 8 anitos, mai-la prima deles, Lúcia, 10 anitos, rosto

FRATERNIZAR – Fátima S.A. segundo o Pe. José Tolentino Mendonça – ‘O LUGAR DA LENTIDÃO E DO INÚTIL’ – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Quando eu próprio já pensava que estava tudo dito sobre a mentira e o crime que são Fátima I (1917-1930) e Fátima 2 (a das “memórias da irmã Lúcia”, 1935-até aos nossos dias), com cem anos de disparates de

FRATERNIZAR – Quem ainda diz que o papa Francisco é diferente? – DO BANQUEIRO DE FÁTIMA, ELE O FEZ CARDEAL! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Um ano depois do centenário das “aparições” de Fátima, o papa Francisco que por então se pavoneou sobre aquele chão encharcado de idolatria e de gente humilhada, houve por bem nomear cardeal de Fátima $.A. o respectivo banqueiro, bispo

FRATERNIZAR – 13 outubro 1917 diz uma coisa, Batalha de La Lys, abril 1918, diz outra – QUEM SE ENGANOU: LÚCIA OU O GUIÃO DO TEATRINHO?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  “A guerra acaba ainda hoje; esperem cá pelos seus militares muito em breve”. Assim reza o Documento 6, Volume I, referente à sexta aparição, 13 outubro 1917. O documento é atribuído ao pároco de Fátima da altura, mas a

FRATERNIZAR – D. António Francisco dos Santos, Bispo do Porto – A QUE SE DEVE A SUA MORTE REPENTINA? por MÁRIO DE OLIVEIRA

  11 de Setembro 2017, 9,30 horas da manhã. O bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, morre repentinamente. Chamado o INEM ao paço episcopal, de nada valeu. O seu coração parou sem apelo nem agravo, conta ele 69

FRATERNIZAR – Baptismo de crianças – INSISTIS EM QUERER “ISTO” PARA AS FILHAS, OS FILHOS?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Baptizar as crianças recém-nascidas foi prática obrigatória nos séculos da Cristandade. Objecto, até, de pagamento de multas, caso os pais deixassem ultrapassar o curto prazo de oito dias que os párocos estabeleciam e controlavam. O registo de baptismo era,

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – O MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO DOS LIXOS

    As redes sociais, salvo raras (raríssimas) excepções são um depósito organizado e compactado da contemporânea imbecilidade ou ignorância colectivas – antes basto difusa e dispersa, mas agora já devidamente acessível e mais facilmente consultável, graças à moderna e

FRATERNIZAR – Nenhum papa declare e defina o que Deus não declara nem define! – Que crianças hoje querem ser Francisco e Jacinta?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

Santo eu não quero ser / Só Humano / Um Deus que gosta de santos / é um tirano Os dois desgraçados irmãos Francisco e Jacinta, aterrorizados e torturados em 1917 pelas pregações da obscena “Santa Missão”, decalcadas no terrorismo do

EDITORIAL: DEPOIS DO 13 DE MAIO…, OU A REEDIÇÃO DOS 3 EFES NUM SÓ DIA – por João Machado

  Sábado passado, 13 de Maio, foi um dia vibrante em Portugal. Em Fátima com o papa Francisco a canonizar duas crianças, dois irmãos, a Jacinta e o Francisco Marto, nas comemorações do centenário das chamadas aparições da Virgem, com

EDITORIAL: O PEREGRINO, por Carlos Loures

Sobre a vinda a Fátima de um peregrino chamado Francisco que é o chefe supremo da Igreja Católica Apostólica Romana, nada tenho a dizer. O argonauta Mário de Oliveira, presbítero da referida igreja, em vídeo que ontem publicámos, diz tudo o

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – A TOLERÂNCIA É UM PONTO (MEA CULPA, MEA CULPA – CULPA INTEIRA)

  Rectificação   Deus me perdoe… Por olvidar, por baralhar as datas… 13 de Maio… é afinal na 6ª Feira! Mazé Milagre! Milagre, afinal! Mi! – la! – gre! Porque na 2ª Feira (com infinita e condicional pena minha) vou

FRATERNIZAR – Fátima ‘corrigida’ por D. Carlos Azevedo e Pe. Anselmo Borges – É PIOR A EMENDA QUE O SONETO – por MÁRIO DE OLIVEIRA

As várias entrevistas dadas pelo Bispo D. Carlos Azevedo, o da Cultura no Estado do Vaticano, e pelo Pe. Anselmo Borges, Prof de Filosofia na Universidade de Coimbra, ambos meus amigos, tiveram o condão de deixar os fatimistas portugueses, colunistas