REFLEXÕES EM TORNO DO MASSACRE DE PARIS, EM TORNO DO CINISMO DA POLÍTICA OCIDENTAL – EXPLORAM-SE AS EMOÇÕES ACERCA DE PARIS PARA CULPAR SNOWDEN E PARA NOS DISTRAIRMOS RELATIVAMENTE AOS VERDADEIROS CULPADOS QUE ARMARAM O ISIS – por GLENN GREENWALD – II

Glenn-Greenwald-Original_350

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

exploiting-emotions-about-paris-to-blame-snowden-distract-from-actual-culprits-who-empowered-isis-

Glenn Greenwald, Exploiting Emotions About Paris to Blame Snowden, Distract from Actual Culprits Who Empowered ISIS

The Intercept, 15 de Novembro de 2015

(continuação)

Recuando um pouco mais, para meados  da década de 1990, a administração Clinton explorou  os medos levantados pelo ataque de Timothy McVeigh a Oklahoma City para  exigir o acesso a todas as comunicações de internet. Eis  o que o então director do FBI, Louis Freeh, disse ao Comité Judicial  do Senado em Julho de 1997 – Há quase 20 anos:

O espectro de aparecimento do uso generalizado de criptografia robusta, virtualmente inatacável,  é um dos problemas mais difíceis  com que nos iremos debater  para aplicar  a lei nas próximos séculos. Em causa estão algumas das técnicas mais valiosas e eficazes  da nossa investigação na defesa da segurança pública dos nossos cidadãos. Acreditamos que a nossa  segurança nacional será gravemente posta em causa, a menos que venha a ser adoptada uma abordagem equilibrada à criptografia que   inclua  a questão chave que é a gestão de  infra-estruturas, quanto à nossa  capacidade de aplicação da lei na  investigação e na prevenção dos crimes mais sérios  e do terrorismo mais perigoso.  

Greenwald - IV

Como é possível que as autoridades pensem que  as pessoas ficaram mudas  para contarem com que elas esqueçam tudo isso e  agora acreditarem que os terroristas só aprenderam  a evitar telefones e a usarem  a criptografia depois de Snowden ter aparecido? Ironicamente, o próprio arquivo de Snowden está cheio  de documentos de  NSA e do seu homólogo britânico, GCHQ, onde se expressa  uma  profunda preocupação quanto ao facto que eles não podem penetrar nas comunicações dos terroristas porque os seus métodos para evitarem a vigilância nas suas comunicações  são muito sofisticados (obviamente, esses documentos têm data anterior às divulgações feitas por Snowden).

Para dar um exemplo, os arquivos GCHQ  contêm  o que a agência chama de “jihadista Handbook” das  medidas de segurança, datado de 2003, que ensina aos terroristas operacionais a utilização de técnicas sofisticadas  para evitar a vigilância – semelhantes às que relatámos quando pela primeira vez falámos no assunto  e  são muito semelhantes às que o próprio  GCHQ ainda diz hoje aos seus agentes para utilizarem:

Greenwald - V

À luz de tudo isto, como podem ” as autoridades” e os seus estenógrafos dos media   tentarem convencer as  pessoas de uma mentira tão flagrante, facilmente desmontável: ou seja, que os terroristas aprenderam a esconder as suas comunicações graças às  revelações de Snowden? As “autoridades” fazem-no  porque pensam que têm muitas vantagens em levar as pessoas a acreditar nisso.

Para começar, as autoridades americanas estão ansiosas para diabolizar  muito mais que o próprio  Snowden. Eles querem diabolizar a  criptografia bem como as empresas que disponibilizam estas técnicas. De facto, como os media nos mostram, eles tinham tentado durante   duas décadas  equacionar a utilização da criptografia – tudo o que os impeça  de invadir as  comunicações confidenciais das pessoas – com o auxílio e a cumplicidade dos terroristas. Não é pois apenas Snowden  mas também os seus próprios parceiros de longa data da vigilância estatal especial – Apple e Google, particularmente  – que agora estão a ser apontados como apoiantes dos terroristas por permitirem às pessoas   terem  agora privacidade nas suas utilizações da Internet, através de produtos de criptografia.

(continua)

________

Glenn Greenwald, Exploiting Emotions About Paris to Blame Snowden, Distract from Actual Culprits Who Empowered ISIS.

Texto disponível em:

https://theintercept.com/2015/11/15/exploiting-emotions-about-paris-to-blame-snowden-distract-from-actual-culprits-who-empowered-isis/

________

Para ler a Parte I deste texto de Glenn Greenwald, publicada ontem em A Viagem dos Argonautas, vá a:

REFLEXÕES EM TORNO DO MASSACRE DE PARIS, EM TORNO DO CINISMO DA POLÍTICA OCIDENTAL – EXPLORAM-SE AS EMOÇÕES ACERCA DE PARIS PARA CULPAR SNOWDEN E PARA NOS DISTRAIRMOS RELATIVAMENTE AOS VERDADEIROS CULPADOS QUE ARMARAM O ISIS – por GLENN GREENWALD – I

Leave a Reply