EDITORIAL- As eleições presidenciais

logo editorialTemos tendência para considerar mais grave um arranhão que acabamos de sofrer do que uma ferida profunda que tenhamos tido anos atrás – a  ferida grave já não nos dói e o arranhãozito arde e incomoda neste momento. Já Fernão Lopes chamava a atenção para a impossibilidade de compararmos a época que vivemos com tempos passados.

Quando dizemos que Cavaco Silva é o pior presidente da República que jamais tivemos, talvez estejamos a incorrer nesse erro de perspectiva. Na verdade, se o arranhão dói o que adianta compará-lo com outro que, embora mais grave já sarou? Talvez um historiador competente, isento, rigoroso, apoiado em dados concretos, pusesse Afonso  Costa, Sidónio ou Tomás no topo da (des) classificação.

Neste campo, apenas podemos comparar Cavaco com Spínola, um palhaço sinistro, com Costa Gomes, um equilibrista hesitante, com Eanes, que só evoluiu intelectualmente depois de deixar Belém, com Soares, inconsequente, contraditório, com o socialista timorato que foi Sampaio. Temos evitado o tema e, sobretudo abordagens favoráveis a este ou aquele candidato. Entre os argonautas, há apoiantes de Sampaio da Nóvoa, de Henrique Neto, ele próprio colaborador, tal como o director da sua campanha, um dos fundadores do nosso blogue, de Maria de Belém…

Pensamos organizar uma mesa redonda em que cada candidatura seja defendida e contestada. De uma coisa estamos certos – ganhe quem ganhar, não nos representará pior do que Cavaco Silva, iletrado, mentalmente trôpego e, sobretudo, desonesto.

__________________

Foi realizado ontem pelo Tribunal Constitucional o sorteio, mas a ordenação ainda é provisória. As eleições realizam-se a 24 de janeiro.Os juízes do Tribunal Constitucional até ao  dia 4 de Janeiro decidirão se as candidaturas são aceites. Eventuais reclamações serão admitidas até ao dia 5 de Janeiro serão admitidas reclamações-A lista será definitiva a 11 de janeiro, esgotados eventuais recursos. Eis a lista provisória:1. Henrique Neto, empresário socialista; 2. Sampaio da Nóvoa, ex-reitor da Universidade de Lisboa;3. Cândido Ferreira, médico socialista;4. Edgar Silva, candidato apoiado pelo PCP e pelo PEV, antigo padre católico e deputado na Assembleia egislativa da Madeira, membro do Comité Central do PCP;5. Jorge Sequeira, psicólogo e professor;6. Vitorino Silva (conhecido por Tino de Rans), calceteiro e ex-presidente de junta de Rans, no concelho de Penafiel;7. Marisa Matias, candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda, deputada europeia e dirigente bloquista;8. Maria de Belém Roseira, antiga presidente socialista, ex-ministra da Saúde e deputada pelo PS;9. Marcelo Rebelo de Sousa, candidato apoiado pelo PSD e CDS, antigo presidente do PSD, comentador político e professor universitário (Notícia atualizada às 18:39 com informação referente ao candidato Marcelo Rebelo de Sousa).(;10. Paulo Morais, gestor e ex-vice-presidente da Câmara Municipal do Porto.

*

 

o

 

 

 

Leave a Reply