CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – DOIS POETAS DE LISBOA: JOSÉ GOMES FERREIRA E MANUEL MENDES – OFICINA DE TAPETES DE TRAPILHO – A PALETA E O MUNDO: PARA MAIS LONGE DO QUE OS CAVALOS DO PARTÉNON – CINEMA: VONTADE INDÓMITA

2 a 4 de Abril de 2016

Sábado, 2 de Abril, 16h

Para Mário Dionísio, o fim da poesia com o desenvolvimento das grandes cidades foi algo que não aconteceu. Exemplo disso são O mundo dos outros (1950) de José Gomes Ferreira e Bairro (1948) de Manuel Mendes, que lhe aparecem «como dois livros de autêntica poesia da cidade de Lisboa», embora sejam livros de prosa.

Nesta sessão de conversa e leitura, organizada por Lara Afonso, Rubina Oliveira e Youri Paiva, que inaugura o ciclo «Estas cidades», partimos de um texto de Mário Dionísio sobre estas duas obras (embora muitas outras sejam referidas), «Dois poetas de Lisboa», publicado na Ler, em 1952. Abrimos a discussão sobre a Lisboa que nos interessa: «O que aqui conta é a lenta transformação da cidade vista por dentro, vista e experimentada do ângulo mais íntimo dos seus habitantes anónimos, é a paisagem dolorosa ou alegre, desarrumada, imprevista da sua gente».

E partilhar a curiosidade por estes dois livros com tanto em comum e tudo de diferente

Domingo, 3 de Abril, 15h30

Nos primeiros três domingos de Abril, vamos, com Paula Silva, fazer tapetes a partir de trapilho.

Número máximo de participantes: 10.
Para todos a partir dos 6 anos.

Segunda-feira, 4 de Abril

Às 18h30, continua a leitura comentada, com projecção de imagens, de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio. Vamos na 3ª parte, «Os primeiros pintores malditos». Quem lê o 5º capítulo, «Para mais longe do que os cavalos do Pártenon», é Ana Figueiredo.

ATENÇÃO, estamos a fazer uma campanha de angariação de fundos para a reedição de A Paleta e o Mundo. Vejam aqui como contribuir.

Mais tarde, às 21h30, inserido no ciclo «Outras cidades», projectamos o filme Vontade indómita (1949, 114’) de King Vidor, apresentado por João Pedro Bénard.

A Casa da Achada já tinha programado, no Verão de 2014, um ciclo de filmes – «Cidades de certa maneira» – sobre a temática das cidades. Porque fazemos questão em não repetir filmes já exibidos, propomos agora que a abordagem ao tema da cidade seja feita por filmes em que a arquitectura seja – de vários modos e por razões muito diferentes – o factor comum.

NO NOSSO HORÁRIO DE ABERTURA:
2ª, 5ª e 6ª feiras, das 15h às 20h
sábados e domingos, das 11h às 18h

  • EXPOSIÇÃO «ESCOLAS: REAPRENDER E ENSINAR»
    Através de documentos e imagens inéditos, traçamos o percurso singular de dois professores que também foram alunos antes e depois do 25 de Abril. Mário Dionísio e Maria Letícia Clemente da Silva estiveram ligados ao ensino, deram aulas em vários liceus de Lisboa, e empenharam-se em tornar a escola um lugar de efectiva formação dos jovens. O que pensavam sobre educação e como punham em prática as suas ideias, muito diferentes das que, durante décadas, foram impostas a professores e alunos pelo antigo regime? Uma exposição que nos ajudará a pensar os problemas das escolas hoje.
  • BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA
    A Biblioteca da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local ou requisitar livros.
    Na Mediateca da Achada estão disponíveis os filmes que temos vindo a projectar nos nossos ciclos de cinema.
    O catálogo da Biblioteca e Mediateca está disponível na internet, aqui.
    Há também outros pólos da Biblioteca aqui no bairro. Podem visitar e ler livros no pólo do Posto de Atendimento de São Nicolau da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, na Rua da Prata, e no Espaço AmbiJovem, no Largo dos Trigueiros.

EM QUALQUER DIA, COM MARCAÇÃO, É POSSÍVEL CONSULTAR:

  • CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO
    Constituído pelo arquivo de Mário Dionísio e pela sua biblioteca e de Maria Letícia Clemente da Silva (mais de 6000 volumes e mais de 200 publicações periódicas).
    O catálogo pode ser consultado na internet, aqui.

QUEM QUER EXPERIMENTAR TEATRAR?

  • GRUPO DE TEATRO DA ACHADA
    Quem quer experimentar usar a voz e o corpo para dizer coisas com ou sem palavras? O grupo, com F. Pedro Oliveira, ensaia habitualmente todas as terças-feiras às 21h. É só aparecer e participar.

QUEM QUISER E PUDER PODE AJUDAR A CASA DA ACHADA:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escolas - I

Contactos

 

Morada Casa da Achada – Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100 – 004 Lisboa (ver localização)
Telefone 218 877 090
E-mail Casa da Achada
casadaachada@centromariodionisio.org
E-mail Livraria
livraria@centromariodionisio.org
E-mail Distribuição de Edições
livros@centromariodionisio.org
NIB NIB para donativos e pagamento de quotas
0036 0000 9910 5869 2830 8
Equipa de Comunicação Web

 

E-mail André Spencer e F. Pedro Oliveira

web@centromariodionisio.org

Leave a Reply