EDITORIAL – UM PARTIDO, DOIS CANDIDATOS, POSIÇÕES POLÍTICAS OPOSTAS

logo editorial

Ontem, nos Estados Unidos, em Brooklyn, dois candidatos à nomeação pelo partido democrata para a eleição para a presidência da república, nas eleições primárias do estado de Nova Iorque, travaram um debate muito aceso. Não é de estranhar o calor do debate, habitual em disputas tão relevantes. Mas não se pode deixar de estranhar como dois candidatos do mesmo partido mostram diferenças tão significativas sobre problemas fundamentais. Segundo nos diz o Boston Globe (ver segundo link abaixo), Hillary Clinton e Bernie Sanders mostraram ter diferenças muito grandes em pontos fundamentais, como:

– salário mínimo – sobre se vai para 15 dólares por hora de trabalho, ou apenas para 12.

– controlo sobre a posse de armas – no debate esteve em foco a legislação sobre a venda respectiva, e quem tem a responsabilidade. Sanders referiu a responsabilidade no assunto de Bill Clinton, marido de Hillary.

– supervisão das instituições financeiras – Sanders afirma abertamente que Hillary Clinton tem o apoio das grandes instituições do sector, a começar pelas sediadas em Wall Street.

– política externa – por exemplo, Sanders refere o apoio de Hillary Clinton à guerra no Iraque.

Não conseguimos com certeza ser exaustivos na enumeração acima. Não o pretendemos. Julgamos contudo que os dados obtidos a partir do Boston Globe, a quem agradecemos, são suficientemente significativos para nos levar a pensar qual o papel de um grande partido, como o partido democrata norte-americano, não apenas nas eleições para os órgãos de poder, mas mesmo na vida de toda a nação norte-americana. Para a democracia é essencial que os cidadãos conheçam com segurança as ideias que defendem os partidos que concorrem aos órgãos governamentais. Os partidos políticos, grandes e pequenos, têm de mostrar aos cidadãos, claramente, quais são as suas posições sobre os assuntos fundamentais para a sua vida, antes de decidirem quais os candidatos mais capacitados para as porem em prática. Se não o conseguem é o próprio sistema de democracia representativa que está em causa.

Propomos que cliquem nos links seguintes:

http://www.dn.pt/mundo/interior/clinton-e-sanders-em-duro-debate-antes-das-primarias-em-nova-iorque-5127357.html

http://www.bostonglobe.com/news/politics/2016/04/14/demdebate/Bt8RD4KEvNNk7OQIpvi9dI/story.html?s_campaign=email_BG_TodaysHeadline&s_campaign=

 

Leave a Reply