INDIELISBOA no MUSEU DO NEO-REALISMO – 25 a 29 de MAIO – em VILA FRANCA DE XIRA

Cabeçalho - II

INDIELISBOA

Dando continuidade à parceria entre o IndieLisboa e a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, apresentamos entre 25 e 29 de maio a extensão deste festival no Museu do Neo-Realismo e na Fábrica das Palavras.

 

O IndieLisboa é um festival de cinema internacional e generalista, que oferece ao público português a oportunidade excecional de ver filmes portugueses e estrangeiros de todos os géneros (ficções, documentários, animações, filmes experimentais, entre longas e curtas metragens), que não poderão ser vistos de outra forma, uma vez que não integram, na sua maioria, os chamados circuitos comerciais de distribuição.

Os grandes objetivos do IndieLisboa são incentivar a criação autoral, potenciar a circulação das obras e dos autores em território nacional e internacional e promover o cinema português no mundo, tentando aproximar o universo do cinema contemporâneo do maior número de pessoas‚ públicos especializados e não-especializados, adultos e infanto-juvenis.

ENTRADA LIVRE

(limitada à lotação da sala)

ESTIVE EM LISBOA E LEMBREI DE VOCÊ de José Barahona

25 de maio | 21h00 | Auditório MNR

José Barahona, há já alguns anos a viver no Brasil, trabalha sobretudo na fronteira entre a ficção e o documentário. Este seu último filme adapta o livro homónimo do escritor brasileiro Luiz Ruffato sobre a emigração do país irmão para Lisboa. Se Ruffato ouviu histórias reais e delas construiu as suas personagens, o realizador procurou pessoas com experiências semelhantes às narradas no livro e colocou-as no seu filme. Entre eles, está Sérgio, de Minas Gerais, que, na eminência de ser pai, vê-se obrigado a partir rumo a Lisboa, com uma vida melhor em mente.

JAMES WHITE de Josh Mond

27 de maio | 21h00 | Auditório MNR

O produtor de Afterschool (Antonio Campos) ou Martha Marcy May Marlene (Sean Durkin) estreia-se agora na realização. James White retrata a luta de crescimento de um jovem, no frenesim da cidade de Nova Iorque. Álcool, drogas, sexo, um temperamento irascível e autodestrutivo parecem mantê-lo à prova num momento em que a sua mãe (Cynthia Nixon) cada vez mais precisa da sua ajuda. Christopher Abbot, no papel do protagonista, já foi chamado de novo Harvey Keitel e outros elogios não têm faltado a este tocante filme.

 

BALADA DE UM BATRÁQUIO de Leonor Teles

28 de maio | 21h00 | Auditório MNR

Depois de Rhoma Acans (IndieLisboa 2013), Leonor Teles regressa com Balada de um Batráquio em que, num gesto tão pessoal quanto activista, desfaz um dos preconceitos sobre a comunidade cigana. Balada de um Batráquio recebeu o Urso de Ouro na 66º Edição da competição de curtas-metragens do Festival de Berlim. Esta curta-metragem documental voltou a ser premiada, em Abril, com um Firebird para Melhor Curta-Metragem na 40ª edição do Hong Kong International Film Festival.
Com a presença da realizadora.

TREBLINKA de Sérgio Tréfaut

28 de maio | 21h15 | Auditório MNR

“Eu sinto que todos os comboios vão dar a Auschwitz, Dachau e Treblinka”. Uma viagem pela memória que funde passado com presente. Esta é a proposta do mais recente filme de Sérgio Tréfaut, um habitué do IndieLisboa desde que no seu primeiro ano, em 2004, Lisboetas arrebatou o prémio de Melhor Filme Português. Percorrendo os caminhos férreos que ligam hoje Polónia, Rússia e Ucrânia, Tréfaut encontra pistas de um passado que resiste ao slogan do pós-guerra: “Nunca mais”. Não, “Tudo está a acontecer outra vez”.
O IndieJúnior é uma secção do IndieLisboa (Festival Internacional de Cinema Independente) dedicada aos mais novos e que visa contribuir para a formação estético-cultural das crianças e jovens através de uma experiência artística e lúdica. É constituída essencialmente por sessões de cinema que incluem filmes de todo o mundo, em registos como a animação, documentário e ficção, e que possui duas vertentes principais: o IndieJúnior Famílias e o IndieJúnior Escolas. A programação das sessões é feita criteriosamente tendo em conta a idade das crianças às quais se destina.

29 de maio | 11h00 | Fábrica das Palavras – Biblioteca Municipal de Vila Franca de Xira

________

Ver informações em:

http://www.museudoneorealismo.pt/pages/1027

Leave a Reply