Actividades no Hot Club de 25 a 28 de Maio 2016

hotclub LR

hot club imagem rubrica

Hot Clube – Praça da Alegria 48

Dia 25 de Maio

Septeto do Hot Clube de Portugal

septeto

Bruno Santos – guitarra e direcção musical; Joana Machado – voz; João Moreira – trompete; Ricardo Toscano – saxofone alto; Pedro Moreira – saxofone tenor; Romeu Tristão – contrabaixo; João Pereira – bateria

Concerto a partir das 22h30 (2º set às 00h). 7,5 € para não sócios, entrada gratuita para sócios.

Septeto HCP

O Septeto do Hot Clube de Portugal foi criado em 2001 e é composto por músicos de créditos firmados no panorama do Jazz português. Este grupo pretende ir ao encontro de um dos objectivos do Hot Clube, tal como foi idealizado pelo seu fundador: a divulgação do Jazz.

O 7to HCP actuou já um pouco por todo o país: AngraJazz, Fozjazz, Hot Clube, Teatro Municipal da Madeira, Luanda, Festival Jazz Valado, Festival Jazz Lagos, entre outros.

Entre 2008 e 2012, apresentou um repertório original de Bruno Santos (também director musical do septeto). Este repertório foi editado em disco em Outubro de 2009.

Em 2012 e 2013 teve como director musical Gonçalo Marques, apresentando repertório original do trompetista.

O guitarrista Bruno Santos voltou a assumir a direcção musical do grupo e apresenta repertório original editado e apresentado no Hot Clube neste concerto.

Dias 26 e 27 de Maio

“Spinifex”

spinifex

Tobias Klein – saxofone alto; Jasper Stadhouders – guitarra; Gonçalo Almeida – baixo; Philipp Moser – bateria + Luís Vicente – trompete.

Concerto a partir das 22h30 (2º set às 00h). 7,5 € para não sócios, entrada gratuita para sócios.

O quinteto Spinifex procura o desafio de cruzar fronteiras estilísticas.

Esta música com uma linhagem provinda do jazz, poderá se dizer ser servida de um encontro entre música de raíz  não-ocidental com música contemporânea, ao mesmo tempo que se confronta com linhas  anárquicas de improvisação livre, de tom metálico e fortemente estruturado.

Os ingredientes básicos de Spinifex incluem: grooves fortes, intensa improvisação, solos virtuosos acompanhados de ritmos e dinâmicas extremas.

 É uma busca contínua para expandir fronteiras estilísticas com flexibilidade na  instrumentação, em que as estruturas irregulares são contrastadas com extensas improvisações livres.

Dia 28 de Maio

Carlos Bica / João Paulo Esteves da Silva

bica

João Paulo Esteves da Silva – piano; Carlos Bica – contrabaixo.

Concerto a partir das 22h30 (2º set às 00h). 10 € para não sócios, 5€ para sócios.

Carlos Bica e João Paulo E. da Silva são dois nomes incontornáveis quando se fala do jazz português. A colaboração entre os dois músicos já conta mais de uma década, com inúmeras colaborações em projectos liderados por ambos. Prova desta longa amizade são os CDs “White Works – João Paulo plays Carlos Bica” (eleito pela crítica especializada como o melhor CD de jazz nacional em 2009) e  “Matéria-Prima” (distinguido com o Prémio Carlos Paredes 2011).

É um jogo de admiração mútua e cumplicidade artística entre músicos o que materializa esta associação e que se fundamenta na ausência de rótulos na construção de uma música que se quer aberta.

Carlos Bica, contrabaixista e compositor, é considerado o mais internacional dos músicos de jazz portugueses. Paralelamente a inúmeras colaborações com músicos internacionais, Bica lidera o trio Azul do qual fazem parte o guitarrista alemão Frank Möbus e o baterista norte-americano Jim Black e que se tornou a sua imagem de marca.

João Paulo E. da Silva foi desde muito cedo considerado um jovem prodígio. Depois de ter terminado os seus estudos de piano em Paris com distinção máxima e de ter ganho vários prémios na área da música erudita, resolveu dedicar-se por completo ao jazz e à música improvisada. Nos inúmeros discos que entretanto gravou, a solo ou em parcerias diversas, demonstrou ser dono de uma fascinante musicalidade que cruza a linguagem do jazz com uma forte e única sensibilidade portuguesa. É invariavelmente, um dos primeiros nomes a surgir quando se fala de um jazz português.

 

Leave a Reply