EDITORIAL –  A GUERRA INFINITA – II

logo editorial

No Dakota Norte, a reserva de Standing Rock onde vivem  mais de 8000 Sioux vai ser devastada pela instalação do DAPL – Dakota Access Pipeline, que deverá levar mais de quinhentos mil galões de petróleo por dia para o Illinois. Segundo informações transmitidas pela imprensa local, o abastecimento de água a Bismarck, uma cidade com mais de 60 mil habitantes (130 mil na área metropolitana), capital do estado, poderá ser seriamente afectado. Encontrará mais elementos sobre este caso clicando no primeiro link abaixo, e lendo o artigo de Gary Leupp, professor de história em Tufts, Massachussets.

Na Síria continua uma guerra devastadora, tal como no Iraque. O petróleo está na origem destas guerras. A hostilidade dos Estados Unidos e dos seus aliados contra Saddam Hussein ou Bashar al-Assad tem a sua origem nas questões relacionadas com a respectiva exploração. Bashar al-Assad nomeadamente opôs-se à construção de um oleoduto a partir do Catar até à Europa, para fazer concorrência ao petróleo proveniente do Irão. Dois países destruídos pelos conflitos do petróleo, não por os seus dirigentes serem ditadores. A Arábia Saudita, uma monarquia medieval, um dos principais produtores mundiais do ouro negro, continua a destruir o Iémen, um país pobre, que também petróleo. Será também por causa de petróleo? Talvez sim, mas de outra maneira. Entretanto, os mortos, na maioria civis, já atingem as dezenas de milhar.

Obviamente que, nem Hillary, a imperialista, nem Trump, o protofascista, vão pôr fim a este estado de coisas. O establishment tem as suas exigências, o extractivismo é soberano, e nenhum deles, cada um a seu modo, claro, o enfrentará. Nem alguma vez nisso pensou.

Propomos que cliquem nos links abaixo:

 

http://www.counterpunch.org/2016/11/08/standing-rock-and-imperialism-itself/

http://www.zerohedge.com/news/2016-11-07/nato-places-300000-troops-high-alert-readiness-confrontation-russia

https://aviagemdosargonautas.net/2016/11/08/no-interior-do-governo-imvisivel-guerra-propaganda-clinton-e-trump-por-john-pilger/

 

Leave a Reply