O QUE MOVE A EDUCAÇÃO? por Luísa Lobão Moniz

Nas sociedades democráticas anda-se constantemente à procura dos caminhos a trilhar para que a sociedade e os indivíduos vivam de acordo com os Direitos Humanos, com os Direitos da Mulher e com os Direitos da Criança e com todos os Direitos que tornam as pessoas mais colaborativas e activas para que a sociedade democrática seja uma realidade.

A Criança quando nasce, nasce com vontade própria, por isso chora quando não a satisfazem como pretende, nasce também como sujeito a quem podem fazer tudo ao contrário, em termos de Educação, porque impera a lei do mais forte e a Criança, numa família, seja ela qual for, é sempre o elo mais fraco.

Os pais, quando têm o seu bebé nos braços, ficam embevecidos e ternurentos face a uma pessoa tão indefesa.

A Criança vai crescendo, ou seja, vai aprendendo com os comportamentos dos outros.

Cresce aos trambolhões entre regras que não entende, com deveres que só podem existir se estiver a beneficiar do Direito de estar vivo, e nesta altura do seu crescimento a Criança aprende tudo o que vê e ouve.

Ser-se Criança obriga ao cumprimento dos seus Direitos e dos seus Deveres.

A Criança olha para o céu e para as estrelas e fica encantada, no seu interior sente que tudo aquilo existe porque Ela está presente.

A Criança vai crescendo a aprender a obedecer, a bater nos mais pequenos, porque a Ela também lhe batem. A gritar porque em casa e na rua as pessoas falam a gritar.

Começa a ir para a creche e aí aprende a conquistar o seu espaço, afectivo e físico.

Não está suficientemente segura no meio de outras crianças, porque todas querem mimo e querem brincar alí!

Que bonito é ver crescer uma Criança!

O crescimento é muito complexo e por vezes contraditório.

Como se sabe a Criança, ao longo da sua vida, tem estado sujeita a violências várias.

Os governos quando legislam sobre a Educação deviam ter à sua frente tudo aquilo que tem feito sofrer as Crianças.

Este mês de Abril, as CPCJ fazem encontros, projectam filmes sobre a temática da não violência e lembram às sociedades, ao Poder, que as crianças crescem sob a nossa responsabilidade.

Maltratar uma Criança é um crime público….., mas onde estão os castigos para os infractores?

Quem as escutam quando vão ao Tribunal?

Quem as protege de ambientes violentos e sem afecto?

A sociedade está a falhar na sua obrigação de fazer respeitar os Direitos das Crianças.

O mês de Abril é o mês em que se alerta para os maltratos e para as descriminações.

 

One comment

  1. Paula Reis

    Yes! Estupendo!
    Comecem a defender o pobre do filho do Ronaldo. Mas quem o faz?
    A criança não está a ser maltratada? Da pior maneira possível?
    Vai ser um pobre ra+azinho rico.
    Mas como é o Ronaldo não vejo ninguém a atacar aquelas normas esquisitíssimas. Os craques do futebol est~o acima da Lei?
    Ou não existe Lei?
    Então legislem!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: