Posts Tagged: direitos humanos

NÃO HÁ HOMEM LIVRE por Luísa Lobão Moniz

Homens, mulheres, crianças e violência parecem estar a preocupar a sociedade e os políticos. Já se fala e reconhece que as leis terão que mudar, mas todos sabemos que não se mudam leis sem se mudarem mentalidades. Mais anos de

NÃO HÁ HOMEM LIVRE por Luísa Lobão Moniz

Homens, mulheres, crianças e violência parecem estar a preocupar a sociedade e os políticos. Já se fala e reconhece que as leis terão que mudar, mas todos sabemos que não se mudam leis sem se mudarem mentalidades. Mais anos de

É PRECISO QUESTIONAR por Luísa Lobão Moniz

  A violência dos homens sobre as mulheres continua em estudo no sentido de se perceber porque é como a conhecemos: a mulher é maltratada até à morte porque é mulher. Mas o que faz ser assim? Questões biológicas, culturais,

É PRECISO QUESTIONAR por Luísa Lobão Moniz

  A violência dos homens sobre as mulheres continua em estudo no sentido de se perceber porque é como a conhecemos: a mulher é maltratada até à morte porque é mulher. Mas o que faz ser assim? Questões biológicas, culturais,

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO – É PRECISO SABER O QUE SE ESTÁ A PASSAR – veja o filme.

Obrigado a Friends of the Congo e ao youtube Indicações complementares: Crisis in the Congo: Uncovering The Truth explores the role that the United States allies, Rwanda and Uganda, have played in triggering the greatest humanitarian crisis at the dawn

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO – É PRECISO SABER O QUE SE ESTÁ A PASSAR – veja o filme.

Obrigado a Friends of the Congo e ao youtube Indicações complementares: Crisis in the Congo: Uncovering The Truth explores the role that the United States allies, Rwanda and Uganda, have played in triggering the greatest humanitarian crisis at the dawn

BRASIL – CORREIO DA CIDADANIA – “ÚLTIMOS GOVERNOS PREPARARAM O TERRENO PARA BOLSONARO NEGAR TODOS OS DIREITOS DOS POVOS INDÍGENAS”, por GABRIEL BRITO – ENTREVISTA com

OBRIGADO A MARCO MOREL, GABRIEL BRITO E CORREIO DA CIDADANIA “A saga histórica dos índios botocudos se constitui num patrimônio da humanidade”. É assim que o historiador Marco Morel define o povo que pesquisou durante anos, sobre o qual publica

BRASIL – CORREIO DA CIDADANIA – “ÚLTIMOS GOVERNOS PREPARARAM O TERRENO PARA BOLSONARO NEGAR TODOS OS DIREITOS DOS POVOS INDÍGENAS”, por GABRIEL BRITO – ENTREVISTA com

OBRIGADO A MARCO MOREL, GABRIEL BRITO E CORREIO DA CIDADANIA “A saga histórica dos índios botocudos se constitui num patrimônio da humanidade”. É assim que o historiador Marco Morel define o povo que pesquisou durante anos, sobre o qual publica

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

A XENOFOBIA CONSENTIDA por Luísa Lobão Moniz

  As crianças mais uma vez são castigadas por leis que não percebem, por um mundo que não pediram. As crianças que estão enjauladas em nome de uma “tolerância zero” e porquê? Porque o Sr Trump não tem  autorização para

BRASIL – FNDC – NOTA PÚBLICA: SOCIEDADE CIVIL BRASILEIRA REPUDIA O CANCELAMENTO DA VISITA AO BRASIL DE ESPECIALISTA INDEPENDENTE DA ONU

Escrito por: Redação Fonte: Intervozes A sociedade civil brasileira abaixo assinada expressa sua profunda consternação e insatisfação com a decisão do governo brasileiro de cancelar, no último minuto, a visita oficial ao Brasil do Especialista Independente da ONU sobre dívida

BRASIL – FNDC – NOTA PÚBLICA: SOCIEDADE CIVIL BRASILEIRA REPUDIA O CANCELAMENTO DA VISITA AO BRASIL DE ESPECIALISTA INDEPENDENTE DA ONU

Escrito por: Redação Fonte: Intervozes A sociedade civil brasileira abaixo assinada expressa sua profunda consternação e insatisfação com a decisão do governo brasileiro de cancelar, no último minuto, a visita oficial ao Brasil do Especialista Independente da ONU sobre dívida

O MUNDO CONTINUA SILENCIOSO por Luísa Lobão Moniz

  “Eu não adopto este silêncio” foi publicitado por todo o lado, por homens e mulheres. Gentes vestiram-se de preto. Mulheres trabalhadoras em escritórios, super mercados, limpezas, fábricas adoptam este silêncio e muitos mais. O que fizemos desde o primeiro

O MUNDO CONTINUA SILENCIOSO por Luísa Lobão Moniz

  “Eu não adopto este silêncio” foi publicitado por todo o lado, por homens e mulheres. Gentes vestiram-se de preto. Mulheres trabalhadoras em escritórios, super mercados, limpezas, fábricas adoptam este silêncio e muitos mais. O que fizemos desde o primeiro

É SÓ ESPUMA, por JOÃO MARQUES

Enviado por Júlio Marques Mota Mais uma vez, cumprindo os mais elementares princípios físico-químicos, a espuma veio ao de cima e, com ela, a revelação de práticas industriais corrosivas e de sistemas instalados, que o não são menos, nas mais

É SÓ ESPUMA, por JOÃO MARQUES

Enviado por Júlio Marques Mota Mais uma vez, cumprindo os mais elementares princípios físico-químicos, a espuma veio ao de cima e, com ela, a revelação de práticas industriais corrosivas e de sistemas instalados, que o não são menos, nas mais

NASCER NUM BERÇO…por Luísa Lobão Moniz

Nascer num berço com rendas, nascer num berço com uma manta, nascer sem berço faz toda a diferença, apesar de todas as crianças crescerem da mesma maneira. Todas elas gostam do colinho da mãe seja ela toxicodependente, seropositiva, empregada, professora

NASCER NUM BERÇO…por Luísa Lobão Moniz

Nascer num berço com rendas, nascer num berço com uma manta, nascer sem berço faz toda a diferença, apesar de todas as crianças crescerem da mesma maneira. Todas elas gostam do colinho da mãe seja ela toxicodependente, seropositiva, empregada, professora

MUNDO É INFINITO… por Luísa Lobão Moniz

O Mundo é infinito…mas o Mundo por si só não existe. O Mundo comporta a existência de vários e diferentes mundos. Timor não é Açores, Açores não é N.Y. Timor não é igual no seu interior, nem os Açores, nem

MUNDO É INFINITO… por Luísa Lobão Moniz

O Mundo é infinito…mas o Mundo por si só não existe. O Mundo comporta a existência de vários e diferentes mundos. Timor não é Açores, Açores não é N.Y. Timor não é igual no seu interior, nem os Açores, nem

O QUE MOVE A EDUCAÇÃO? por Luísa Lobão Moniz

Nas sociedades democráticas anda-se constantemente à procura dos caminhos a trilhar para que a sociedade e os indivíduos vivam de acordo com os Direitos Humanos, com os Direitos da Mulher e com os Direitos da Criança e com todos os

O QUE MOVE A EDUCAÇÃO? por Luísa Lobão Moniz

Nas sociedades democráticas anda-se constantemente à procura dos caminhos a trilhar para que a sociedade e os indivíduos vivam de acordo com os Direitos Humanos, com os Direitos da Mulher e com os Direitos da Criança e com todos os

COMUNICADO 05/2017 – NO DIA MUNDIAL DA ÁGUA MPPM DENUNCIA APROPRIAÇÃO ILEGAL DA ÁGUA PALESTINA POR ISRAEL

    No dia 22 de Março, proclamado como Dia Mundial da Água pela Assembleia Geral da ONU, em 1993, o MPPM condena a apropriação por Israel da água palestina. Nos Territórios Palestinos ocupados em 1967, o direito à água

COMUNICADO 05/2017 – NO DIA MUNDIAL DA ÁGUA MPPM DENUNCIA APROPRIAÇÃO ILEGAL DA ÁGUA PALESTINA POR ISRAEL

    No dia 22 de Março, proclamado como Dia Mundial da Água pela Assembleia Geral da ONU, em 1993, o MPPM condena a apropriação por Israel da água palestina. Nos Territórios Palestinos ocupados em 1967, o direito à água

REFUGIADOS por Luísa Lobão Moniz

Todos os cidadãos devem poder confiar nas autoridades dos seus países para garantir e proteger os seus direitos básicos e a sua segurança.  Os países de origem dos mais recentes Refugiados demonstraram não serem capazes de proteger os cidadãos como

REFUGIADOS por Luísa Lobão Moniz

Todos os cidadãos devem poder confiar nas autoridades dos seus países para garantir e proteger os seus direitos básicos e a sua segurança.  Os países de origem dos mais recentes Refugiados demonstraram não serem capazes de proteger os cidadãos como

ANO LECTIVO 2015/16 por Luísa Lobão Moniz

A PSP registou 4.102 crimes nas escolas portuguesas. 277 pessoas tiveram de ser assistidas no hospital vítimas de agressões dentro e nas imediações das escolas . Mais de 700 registos, de agressões, ou micro violências — ameaças, injúrias e agressões

ANO LECTIVO 2015/16 por Luísa Lobão Moniz

A PSP registou 4.102 crimes nas escolas portuguesas. 277 pessoas tiveram de ser assistidas no hospital vítimas de agressões dentro e nas imediações das escolas . Mais de 700 registos, de agressões, ou micro violências — ameaças, injúrias e agressões