DE QUE TAMANHO É O MUNDO ? por Luísa Lobão Moniz

Quando nascemos o mundo é do tamanho do nosso corpo, tudo tem de ser encorpado, tem que ser visto e revisto de todos os lados. Que bom ter a sensação que se manda no nosso mundo. Atiro o brinquedo para o chão todas as vezes que quiser, se me contrariam faço birras.

Mas enquanto tudo isto acontece o meu mundo, que era pequenino, começa a crescer como eu que começo a deixar de poder fazer o que queria e quando queria. Se for preciso faço cada vez mais birras e começo a ter voz que por vezes, muitas, não é respeitada pelos adultos.

E o mundo? O mundo cresce comigo e começa também a fazer as suas birras. O mundo dividiu-se em bocados, a que chamamos países.

Enquanto estou na escola, para aprender o mundo, aprendo que, muitas pessoas, afinal não nasceram para serem felizes uns com os outros, que os bocados do mundo não se respeitam. É como os meus colegas da escola quando começam a magoar os colegas. Por vezes são só palavras, mas outras vezes batem, insultam e ameaçam.

E tal como os países, vamos pedir ajuda a quem é mais forte do que nós e …depois é muito difícil voltarmos a ser como dantes, pois entretanto, o mundo que era a minha casa tornou-se num mundo com outras pessoas, com muitas casas, com muitas diferenças.

Os diferentes usam o poder que detêm. Quando nos olhamos vemos que somos todos diferentes no tamanho, na cor da pele, no que aprendemos. O maior e o mais forte, e não necessariamente o que aprende com mais facilidade, consideram que os outros têm que lhes obedecer.

Quando crescemos começamos a ver que o mundo de todos também se comporta com base no poder que detêm através da economia, dos exércitos, das armas, das drogas, da corrupção, da maldade e começam a ameaçar e a guerrear.

Os mais pequenos, os mais fracos, os que nada podem fazer para sair das guerras fogem, à procura de abrigo e de paz.

Agora, que também o nosso mundo é maior, começamos a perceber que as guerras e a paz são feitas por nós que tínhamos um mundo do tamanho do nosso corpo.

São muitos os corpos que cresceram, mas ainda não chegam para mudar a vida daqueles que sofrem quando são grandes e quando são pequenos. Temos todos que aprender melhor de que é que são formados os bocados do mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: