NESTE DIA, 18 de OUTUBRO de 1867, nasceu Eugénio Tavares

 

Em 18 de Outubro, mas de 1867, nasceu na Ilha Brava (Vila Nova Sintra), Eugénio Tavares, o grande poeta cabo-verdiano (m. 1 de Junho de 1930). Autodidacta, dominava com perfeição, quer a língua portuguesa, quer o crioulo de Cabo Verde. Além de poeta, foi um jornalista de grande mérito. Combativo, defendendo os seus pontos de vista com energia e elegância e orador com grande fluência. Conhecedor das realidades do Arquipélago, clamava nos seus artigos por justiça social para o seu povo. Foi perseguido pelas autoridades coloniais, vendo-se obrigado a refugiar-se nos Estados Unidos.

As suas mornas (autor da música e da letra), ainda hoje são cantadas por alguns dos grandes cantores de Cabo Verde, como é o caso de Mar Eterno, que podemos ouvir na excelente interpretação de Celina Pereira.

Em homenagem a esta figura cimeira da cultura de Cabo Verde, iniciaremos a nova série de Retratos, na próxima segunda-feira, 22 de Outubro, com texto e ilustração dedicadas a Eugénio Tavares.

 

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: