PIER PAOLO PASOLINI, “COMUNICADO À ANSA* (PROPÓSITOS) – TRADUÇÃO DE MANUEL SIMÕES

(1922 – 1975)

COMUNICATO ALL’ANSA (PROPOSITI)

Ho bevuto un bicchier d’acqua alle tre di notte

mentre Arezzo aveva l’aria di essere assolutamente indipendente.

Una volta decisa l’omissione dei principali doveri

(di poeta, di cittadino)

i miei versi saranno completamente pratici

(benchè io sappia bene che senza Dio la pratica è surrealistica)

Come dice Euripide: «La democrazia consiste

in queste semplici parole:

chi ha qualche utile consiglio da dare alla sua patria? »

Così, i miei consigli saranno di folle moderato.

Dopo la mia morte, perciò, non si sentirà la mia mancanza:

l’ambiguità importa fin che è vivo l’Ambiguo.

(de “Trasumanar e organizzar”, 1971)

COMUNICADO À ANSA* (PROPÓSITOS)

Bebi um copo de água às três da manhã

enquanto Arezzo* tinha o ar de ser absolutamente independente.

Uma vez decidida a omissão dos principais deveres

(de poeta, de cidadão)

os meus versos serão completamente práticos

(ainda que eu saiba que sem Deus a prática é surrealista)

Como  diz Eurípedes: «A democracia consiste

nestas simples palavras:

quem tem qualquer útil conselho pra dar à sua pátria?»

Assim, os meus conselhos serão de louco moderado.

Depois da minha morte, portanto, não se sentirá a minha falta:

a ambiguidade importa até que vive o Ambíguo.

NT: “Ansa”: agência noticiosa italiana; “Arezzo”: cidade da Toscânia, um pouco ao Sul de Florença.

Leave a Reply