A MINHA IGNORÂNCIA, INGENUIDADE E O… por Luísa Lobão Moniz

 

Apesar das várias violências em que vivemos, ainda neste século XXI, eu acredito na bondade do ser Humano.

Tantas vezes me vieram as lágrimas aos olhos ao saber de barbaridades exercidas pelos Homens sobre outros Homens.

Os instrumentos de tortura inventados pela Inquisição, os castigos públicos de mortes por decapitação, pelo fogo das fogueiras, pelos fuzilamentos, pelas atrocidades das ditaduras, pelo nazismo, pelo racismo, pela discriminação entre géneros, pela violência contra as mulheres, as crianças, os idosos e os deficientes, pela exclusão dos outros que são diferentes, pela violência gratuita dos poderosos contra os sem voz.

A violência das ameaças, dos insultos, dos gestos e expressões faciais, de frases já feitas para magoar o outro…são também dolorosas e são uma falta de respeito pela dignidade do outro.

São tantas as Violências que nos vemos forçados a metê-las em gavetas com os respectivos rótulos, como se origens e consequências das violências diferissem no seu essencial: magoar o outro intencionalmente!

E como a violência gera violência entrámos num círculo que não temos conseguido abrir…apesar de famosos pacifistas que têm morrido porque recusam qualquer tipo de violência.

O Ser Humano não é só violência, é também capaz de bondades enternecedoras, de altruísmo, de esperança…as greves de fome a favor da liberdade, da paz…

É claro que bondades enternecedoras, altruísmos, esperança têm a sua origem pessoal, social, familiar, escolar…tal como a violência.

O que fará ser bom ou mau, uma vez que ninguém é só bom ou só mau, o ser humano não é só bondade ou só maldade.

Muitos têm sido os neurologistas que se têm dedicado a estes estudos e as conclusões inconclusivas que encontram apontam para caminhos muito complexos, mas também de bastante flexibilidade e adaptação.

O homem tanto pode ser um agressor dentro de casa contra a mulher, como um bombeiro voluntário que põe em risco a sua própria vida para salvar quem não conhece.

Todos temos um lado bom e um lado mau, mas porque é que um dos lados se sobrepõe, em determinadas circunstâncias e não noutras? Todos nós temos a capacidade de escolha, de arrependimento ou de vitória.

O que determina a nossa escolha?

Sabemos atribuir muitas circunstâncias aos actos violentos: substâncias aditivas, incapacidade emocional de lidar com a frustração, não saber aceitar o fim de uma relação conjugal, a satisfação de exercer o poder.

Sabe-se que o poder e o altruísmo têm repercussões a nível do funcionamento do cérebro, em determinadas zonas: hipocampo, amígdalas, quantidade de circulação de cortisol…

Afinal porque escolhemos ser violentos ou altruístas? A Natureza humana e a corrupção da sociedade serão os responsáveis?

O nosso bem-estar dependerá, em termos do funcionamento das conexões entre as várias partes do cérebro e a quantidade de cortisol?

Quem é dominante: a nossa natureza ou a sociedade?

A sociedade é constituída pelo ser humano, o que faz com que a violência seja multicomplexa e que se recorra a ela para o bem e para o mal.

Como poderiam acabar as ditaduras se não fosse a violência legitimada pelo ser humano?

Porque aparecem as ditaduras com todas as suas violências?

A violência é contra natura? O altruísmo é o contrário de violência?

Será que existe violência porque existe altruísmo, ou vice-versa. Serão dois lados da mesma vida?

A minha ignorância, ingenuidade e o querer saber porque a Violência tem o papel principal na divulgação dos comportamentos, em detrimento de tantos outros: a honestidade, a dignidade, a harmonia…e tantos, tantos mais que estão tão presente nas nossas vidas, leva-me a tentar abordar estes assuntos de uma forma cautelosa, acreditando sempre que não são os anos de cadeia para os agressores que vão por termo a esta situação, mas sim a educação e vontade política de quem governa. São opções.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: