SOBRE COMPORTAMENTOS ESTUDANTIS, EM PORTUGAL, EM FRANÇA OU ALGURES – por JÚLIO MARQUES MOTA

 

Num almoço comemorativo de 25 de Abril sou informado de que na Queima das Fitas para 2019 os estudantes da Faculdade de Letras  da Universidade de Coimbra levarão  um carro alegórico  chamado Alcoholocausto,  supostamente uma crítica ao estado do ensino superior .

Sobre este tema dizem-nos dois professores da Faculdade de Letras:

  1. A posição de Catarina Martins:  “Creio que não vale tudo e que este é um limite que não se pode ultrapassar. Mobilizamo-nos?”, escreveu a professora, levando a que outros professores também criticassem e manifestassem vontade de evitar que o nome do carro no cortejo de 5 de maio fosse esse.

  2. A posição de Adriana Bebiano:  “É uma brincadeira de mau gosto e uma falta de respeito pelo Holocausto. Espero que a comissão do carro de História esteja aberta à reflexão e que repense a sua responsabilidade”, entende a investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

A posição dos estudantes da Faculdade de Letras:

“Em comunicado, os estudantes de História que estão a desenvolver o carro entendem tratar-se de uma sátira ao que tem sido o cortejo, não mostrando disponibilidade para mudar o nome. “Não temos como objetivo enaltecer aquilo que foi o Holocausto, muito menos denegrir, difamar, caluniar ou desmentir o sucedido. Apenas criámos o termo “Alcoholocausto” para resumir o que nós, estudantes conscientes de História, consideramos que o Ensino Superior em Coimbra, atualmente, é. Um caos”, apontam.”

Vale a pena reproduzir aqui o comentário de uma estudante da República Checa relativamente a este  caso:

“Zuzana Milíková

Can you explain me, as a Czech person who studied in Coimbra and fell in love with Portuguese culture, not to be internationally offended by the very poor and illiterate use of the word holocaust which touches and upsets me deeply for many obvious historic reasons? What nonEGOistic resons might students of history have to think they are even close having the right to use it in such twisted and hurtful way? Hurtful! You students can have many reasons to be upset with your university and I might even support your cause, but to take painful history of me and many other nations and use it for your own attention…that is a big mistake. Please I beg you, don’t do this to us, you know, the other people who you don’t even know you are hurting, but who are part of the history you are mocking with a picture of a train and holocaust word play”

A brincar com coisas demasiado sérias, eis o que fazem os nossos estudantes de Coimbra e isto  para um dia em que se esperam muitas  grandes bebedeiras em Coimbra. Tal como a estudante checa, lamentamos profundamente.

Num outro quadrante, França, e ainda relativamente a posições assumidas por estudantes, que vemos nós? Vemos  dirigentes da UNEF, União dos Estudantes de França a ironizaram com o facto de Notre-Dame ter ardido .

Tudo isto seria outrora impensável, seria  impensável e inadmissível que alguém ironize com uma catástrofe planetária e histórica, como o Holocausto, o que constitui uma vergonha para a Humanidade, ou com o incêndio  de Notre-Dame, o que constitui com uma perda irrecuperável para o mundo,  muito menos ainda que essa ironia e esse desrespeito  venha  de Universidades.

Sobre o tema do comportamento das elites estudantis em França, diz-nos um analista da situação francesa:

“A Universidade Republicana é também uma catedral de inteligência e conhecimento, tão preciosa quanto o mais belo dos esplendores góticos. A UNEF tenta atear-lhe fogo para dançar sobre as suas ruínas, e entregar os espíritos privados deste paraíso às garras do comunitarismo e do totalitarismo. Está na hora de a parar.”

Está na hora de parar muita coisa quanto ao ensino e diremos mesmo no que se refere ao texto acima, que está na hora de se pensar de novo, afinal, qual a verdadeira missão  cultural, técnica, de cidadania, da Universidade.

Os dois exemplos assinalados não serão eles exemplo dessa mesma necessidade?

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: