A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – Debates entre personagens marcantes da HISTÓRIA UNIVERSAL – HÉLDER MATEUS DA COSTA – participação da sociedade civil – INESSA ARMAND, GUILHERME TELL e JOHN KEYNES – SEGUNDA-FEIRA, 7 de JUNHO, às 19.30

Camaradas, amigos, conhecidos , público

Sabemos que a Pandemia nos criou o inventivo e moderno hábito de praticar sedentarismo entre 4 paredes (às vezes , menos).

Só para avisar que os Encontros Imaginários estão em forma e esperam pela vossa visita.

RESERVEM , vejam o magnifico Elenco e Personagens e  não desistam.

Abraços e Beijinhos

Hélder

 

 

Inessa Armand Nasceu na França em 1874, com o nome de Elisabeth Pécheux d’Herbenville, viveu a maior parte de sua breve vida na Rússia tendo sido membro importante do movimento comunista na Rússia pré-revolução, organizando conferências internacionais sobre a causa feminina e a luta anti-capitalista juntamente com Alexandra Kollontai. Após a Revolução de Outubro integrou o Soviet de Moscou, assumiu posição contrária ao Tratado de Brest-Litovsk. Integrou a organização Zhenotdel, que lutava pela igualdade das mulheres no seio do Partido Comunista e nos sindicatos. Em 1920 criou a Primeira Conferência Internacional das Mulheres Comunistas. Faleceu com uma epidemia. Interpretada por Maria do Céu Guerra, actriz e encenadora.

 

Guilherme Tell foi um herói lendário do início do século XIV, de disputada autenticidade histórica, que se pensa ter vivido no cantão de Uri, na Suíça. A história de um herói bem sucedido no tiro contra um pequeno objecto na cabeça de uma criança e posterior assassinato do tirano que o obrigou a fazê-lo, contudo, é um arquétipo presente em vários mitos germânicos. Na cultura popular, Guilherme Tell subsiste como um verdadeiro herói. Permanece uma importante figura com quem os suíços se identificam e, de acordo com uma pesquisa recente, 60% da população acredita mesmo que ele tenha existido. Interpretação  do historiador Elísio Summavielle.

John Maynard Keynes (Cambridge, 5 de junho de 1883 — Tilton, East Sussex, 21 de abril de 1946) foi um economista britânico cujas ideias mudaram fundamentalmente a teoria e prática da macroeconomia, bem como as políticas económicas instituídas pelos governos. Na década de 1930, Keynes iniciou uma revolução no pensamento económico, opondo-se às ideias da economia neoclássica que defendiam que os mercados livres ofereceriam automaticamente empregos aos trabalhadores contanto que eles fossem flexíveis na sua procura salarial. Após a eclosão da Segunda Guerra Mundial, as ideias económicas de Keynes foram adotadas pelas principais potências económicas do Ocidente. Interpretação do padre Vitor Melícias

 

21 DE JUNHO

FERNÃO MENDES PINTO Manuel Luzio [animador]

ROCKFELLER Vitor Ramalho [UCCLA]

EMILE ZOLA Fernando Correia [jornalista]

 

Em cumprimento da legislação em vigor, obrigatório o uso de máscara

Reservas

Tel: 213965360/913 341 683 |producao@abarraca.ptbilheteira@abarraca.pt

A BARRACA

Largo de Santos, 2
1200-808 Lisboa
T. 213965360/213965275
barraca@mail.telepac.pt

Leave a Reply