Tempos de pandemia, de disfuncionamento da justiça, de disfuncionamento dos mercados, de apostas selvagens em Wall Street – 3. ARCHEGOS E AS APOSTAS SELVAGENS DE WALL STREET – 3C. REFLEXÕES EM TORNO DA ARCHEGOS: 5. Archegos levanta questões sobre os requisitos para as empresas admitidas à cotação na bolsa de Hong Kong. Por Blake Evans-Pritchard

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota

 

3C. Reflexões em torno da Archegos – 5. Archegos levanta questões sobre os requisitos para as empresas admitidas à cotação na bolsa de Hong Kong

A submissão da bolsa de Hong Kong às regras de divulgação de informação em vigor nos EUA para empresas cotadas travou a entrada de Baidu na bolsa de Hong Kong e colocou a Archegos no ponto de mira

 

 Por Blake Evans-Pritchard

Publicado por  em 31 de Maio de 2021 (ver aqui)

 

O colapso da Archegos Capital Management nos EUA levantou importantes questões sobre a medida em que Hong Kong deveria respeitar as regras de reguladores estrangeiros quando se trata de uma segunda cotização de ações em bolsas de valores.

 

Em 23 de Março, uma das ações tecnológicas chinesas em que a Archegos tinha fortemente investido – Baidu – foi cotada na Bolsa de Hong Kong (HKEX). Mas como se tratava de uma cotação secundária, a Autoridade Reguladora dos Títulos e Futuros (SFC) optou por aplicar as regras dos EUA sobre a divulgação de informações a acionistas importantes, que são muito menos rigorosas do que as regras de divulgação de informações em Hong Kong.

Eu nem sequer estava ciente desta lacuna“, diz um ex-chefe do departamento de montagem de operações financeiras estruturadas envolvendo ações da Ásia-Pacífico num banco global. “Antes, apenas assumíamos que os acionistas reportam as suas posições principais e, se estas não forem reportadas, então existem simplesmente muitos pequenos acionistas. Agora compreendemos que não é este o caso“.

O SFC de Hong Kong recusou-se a comentar esta história.

A derrocada da Archegos deixou os seus principais corretores sentados com perdas de mais de 10 mil milhões de dólares. Parte do problema era que ninguém se deu conta da amplitude do efeito de alavancagem e de concentração das exposições da empresa. Isto porque, embora a lei americana exija que os acionistas revelem qualquer posição que exceda 5% numa empresa cotada, as posições construídas através de swaps de retorno total sobre ações (TRS) estão excluídas deste requisito.

A investigação da Risk.net sugere que a Archegos possuía 7,2% do Baidu, o que teria sido suficiente para desencadear as regras de divulgação de informação dos principais acionistas aplicadas em Hong Kong, mas a utilização intensiva de TRSs por parte da empresa significou que a empresa funcionou fora do radar da supervisão. Em Hong Kong – e em muitas outras jurisdições não americanas – as posições de TRS estão incluídas como parte das regras de divulgação de informação dos acionistas principais. Por conseguinte, se a SFC não se submetido às regras dos EUA, a Archegos teria sido obrigada a divulgar a sua posição de TRSs sobre a Baidu em 23 de Março.

Um maior escrutínio da cotação da Baidu em Hong Kong, que se verificou apenas um dia antes do escritório de gestão patrimonial familiar ter entrado em incumprimento nos seus swaps de retorno total sobre ações, é pouco provável que fizesse muita diferença quanto ao destino da Archegos. Mas salientou os perigos de confiar em regras estrangeiras que são menos rigorosas do que as regras locais.

Mais divulgação sobre quem detém e o quê é sempre útil“, diz o antigo chefe da estruturação de capital da APAC. “A fim de compreender coisas como o controlo empresarial e sobre quem está de facto a exercer o poder em algumas destas empresas, uma divulgação adequada é bastante importante“.

No seu documento de oferta pública, a Baidu disse que o SFC tinha isentado a empresa tecnológica das regras de divulgação mais rigorosas de Hong Kong, desde que “todas as divulgações de interesse arquivadas na SEC [Securities and Exchange Commission, a entidade reguladora dos EUA] sejam também registadas na Bolsa de Hong Kong logo que possível“. Isto excluiria as posições de TRS, que não são abrangidas pelo quadro regulador da SEC.

Na sequência da cotação de Baidu, Nomura foi o único acionista maioritário a revelar a sua posição na empresa ao SFC. Entende-se que isto estava de acordo com a abordagem conservadora do banco de investimento na interpretação das diretrizes regulamentares locais.

 

Inconveniente de uma cotação secundária

A HKEX reformulou as suas regras de uma cotação secundária em 2018, com vista a encorajar as empresas chinesas com uma cotação primária noutras bolsas a regressarem à Ásia. Isto foi parcialmente uma resposta à fricção geopolítica entre os EUA e a China.

Tenho-me oposto a toda noção de uma cotação secundária com uma oferta pública aqui“, diz David Webb, um antigo banqueiro de investimentos que serviu como diretor não-executivo independente em Hong Kong. “Uma coisa é simplesmente começar a negociar ações, mas uma vez que se ofereçam grandes quantidades delas à cotação em Hong Kong, deve ser-lhe exigido que cumpra as regras de cotação primária e que não permita que a bolsa deixe as coisas para os reguladores estrangeiros”.

Webb prefere a ideia de cotações primárias duplas em vez de cotações secundárias em Hong Kong. Algumas empresas – sendo o HSBC e o Standard Chartered das mais proeminentes – têm cotização dupla em Hong Kong, o que significa que estão sujeitas aos requisitos de divulgação total em ambas as jurisdições.

O antigo diretor de operações financeiras estruturadas citado acima diz que, enquanto a Archegos era em grande parte um investidor passivo que foi subitamente apanhado à medida que as acções se movimentavam contra ele, uma supervisão laxista nas cotações secundárias poderia também mascarar “um comportamento mais nefasto”, tal como esconder deliberadamente uma participação de controlo numa empresa.

Regras de divulgação mais estritas em torno de cotizações secundárias em Hong Kong forneceriam certamente mais informações aos gestores de risco bancários para evitar outro colapso ao estilo da Archegos no futuro.

É difícil saber ao certo, mas se os departamentos de gestão de risco dos principais corretores principais tivessem sabido que a [Archegos] tinha uma exposição de 6% ou 7% à empresa [Baidu], então talvez se tivessem interrogado sobre algumas das outras posições. Mas então estamos em território especulativo“, diz Webb.

O chefe executivo do SFC, Ashley Alder, disse recentemente que deveriam ser tiradas lições do colapso da Archegos, incluindo sobre sistemas de divulgação de divulgação de informação. Num discurso proferido a 10 de Maio, Alder pôs em dúvida que as bases de dados de transacções estejam a ser de grande ajuda para apoiar uma supervisão adequada do risco sistémico.

Uma avaliação poderia cobrir quaisquer problemas com a qualidade e comparabilidade dos dados e a agregação de informação entre diferentes bases de dados a nível global “, disse Alder. “Mais fundamentalmente, também se levantam questões quanto à capacidade dos reguladores para utilizar a informação nas bases de dados de transações para detetar rapidamente uma acumulação de uma posição de risco desfavorável antes de se chegar a uma situação de crise extrema“.

 

Investigação adicional de Samuel Wilkes

 

__________________

O autor: Blake Evans-Pritchard é chefe do escritório Ásia da Risk.net, com sede em Hong Kong. Antes de assumir o seu papel actual, passou cinco anos a cobrir questões regulamentares em toda a Ásia para a Risk.net, incluindo a implementação de Basileia III e outras normas internacionais em jurisdições regionais. Anteriormente, Blake passou cinco anos em Bruxelas a escrever sobre o sector dos serviços financeiros e a política de concorrência da União Europeia, e vários anos como editor de África para um serviço noticioso que cobria a restituição pós-conflito em todo o mundo. Durante os seus 16 anos de carreira jornalística, também relatou do Sudão, Itália, Países Baixos, Gana e Portugal. Blake é licenciado em ciências informáticas pela Universidade de Aston em Birmingham.

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply