Posts Tagged: especulação financeira

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XXVIII – UMA PANDEMIA DA DESGLOBALIZAÇÃO? – por HAROLD JAMES

  A Pandemic of Deglobalization? por Harold James Project Syndicate, 28 de Fevereiro de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Nesta fase, não se sabe o quanto a epidemia da COVID-19 se agravará antes que o contágio

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XXVIII – UMA PANDEMIA DA DESGLOBALIZAÇÃO? – por HAROLD JAMES

  A Pandemic of Deglobalization? por Harold James Project Syndicate, 28 de Fevereiro de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Nesta fase, não se sabe o quanto a epidemia da COVID-19 se agravará antes que o contágio

EURO: As omissões do aluno Trichet. Por Jean-Luc Gréau

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado por revista mensal em maio de 2019 O ex-presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, faz uma avaliação geralmente positiva do euro em Le Debat. Trata-se de esquecer que a moeda única contribuiu

EURO: As omissões do aluno Trichet. Por Jean-Luc Gréau

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado por revista mensal em maio de 2019 O ex-presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, faz uma avaliação geralmente positiva do euro em Le Debat. Trata-se de esquecer que a moeda única contribuiu

A domesticação da finança, será ela possível? Por Jean Claude Werrebrouck

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado pelo blog do autor  em 30 de julho de 2019 http://www.lacrisedesannees2010.com/2019/07/la-domestication-de-la-finance-est-elle-possible.html   Este título é um pouco a questão que Michael Vincent se pergunta no seu livro «Le banquier et le citoyen», obra

A domesticação da finança, será ela possível? Por Jean Claude Werrebrouck

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado pelo blog do autor  em 30 de julho de 2019 http://www.lacrisedesannees2010.com/2019/07/la-domestication-de-la-finance-est-elle-possible.html   Este título é um pouco a questão que Michael Vincent se pergunta no seu livro «Le banquier et le citoyen», obra

Questões sobre a legitimidade de uma hipertrofia financeira. Por Jean Claude Werrebrouck

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado pelo blog do autor  em 25 de julho de 2019 http://www.lacrisedesannees2010.com/2019/07/christine-lagarde-ou-le-clair-obscur-de-la-finance.html Muitos artigos de imprensa questionam as competências de Christine Lagarde no que diz respeito às suas capacidades no domínio das finanças. Estamos

Questões sobre a legitimidade de uma hipertrofia financeira. Por Jean Claude Werrebrouck

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Publicado pelo blog do autor  em 25 de julho de 2019 http://www.lacrisedesannees2010.com/2019/07/christine-lagarde-ou-le-clair-obscur-de-la-finance.html Muitos artigos de imprensa questionam as competências de Christine Lagarde no que diz respeito às suas capacidades no domínio das finanças. Estamos

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 5. Como é que o comércio internacional pode reforçar a desigualdade de rendimento. Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. Como é que o comércio internacional pode reforçar a desigualdade de rendimento  Por Michael Pettis Publicado por  em 8 de maio de 2014     O comércio livre é quase sempre bom

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 5. Como é que o comércio internacional pode reforçar a desigualdade de rendimento. Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. Como é que o comércio internacional pode reforçar a desigualdade de rendimento  Por Michael Pettis Publicado por  em 8 de maio de 2014     O comércio livre é quase sempre bom

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 8. DERIVADOS – receita para o desastre e para o colapso sistémico. Por Egon von Greyerz

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. DERIVADOS – receita para o desastre e para o colapso sistémico  Por Egon von Greyerz    em em 15 de março de 2018   O jogo é, de acordo com a Wikipedia, a aposta

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 8. DERIVADOS – receita para o desastre e para o colapso sistémico. Por Egon von Greyerz

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. DERIVADOS – receita para o desastre e para o colapso sistémico  Por Egon von Greyerz    em em 15 de março de 2018   O jogo é, de acordo com a Wikipedia, a aposta

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 7. Não haverá nenhum boom económico (2ª parte-conclusão). Por Lance Roberts

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Não haverá nenhum boom económico (2ª parte-conclusão) Por Lance Roberts   em 8 de março de 2018 Na terça-feira, apresentei na Conferência da Financial Planning Association (FPA) em Houston, as questões que

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 7. Não haverá nenhum boom económico (2ª parte-conclusão). Por Lance Roberts

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Não haverá nenhum boom económico (2ª parte-conclusão) Por Lance Roberts   em 8 de março de 2018 Na terça-feira, apresentei na Conferência da Financial Planning Association (FPA) em Houston, as questões que

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 7. Não haverá nenhum boom económico (1ª parte). Por Lance Roberts

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Não haverá nenhum boom económico (1ª parte) Por Lance Roberts   em 15 de fevereiro de 2018 Na semana passada, o Congresso aprovou uma resolução contínua de 2 anos, ou C.R., para

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 7. Não haverá nenhum boom económico (1ª parte). Por Lance Roberts

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Não haverá nenhum boom económico (1ª parte) Por Lance Roberts   em 15 de fevereiro de 2018 Na semana passada, o Congresso aprovou uma resolução contínua de 2 anos, ou C.R., para

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 6. Ninguém pensa que isto possa voltar a acontecer. Por Doug Noland

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 6. Ninguém pensa que isto possa voltar a acontecer Por Doug Noland  Publicado por  em 17 de março de 2018 WSJ [Wall Street Journal]:“Dez anos após o resgate do Bear Stearns, ninguém acha

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 6. Ninguém pensa que isto possa voltar a acontecer. Por Doug Noland

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 6. Ninguém pensa que isto possa voltar a acontecer Por Doug Noland  Publicado por  em 17 de março de 2018 WSJ [Wall Street Journal]:“Dez anos após o resgate do Bear Stearns, ninguém acha

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 1. Em forma de conclusão e como homenagem ao Carlos Tenreiro, caminhando por terrenos que com muita mestria ele dominava: a política económica e monetária (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota

1. Em forma de conclusão e como homenagem ao Carlos Tenreiro, caminhando por terrenos que com muita mestria ele dominava: a política económica e monetária (2ª parte-conclusão) Por Júlio Marques Mota, 15 de abril de 2018    (2ª parte-conclusão) 3.

Homenagem ao Carlos Tenreiro, uma série de textos sobre questões de macroeconomia e de alta finança – 1. Em forma de conclusão e como homenagem ao Carlos Tenreiro, caminhando por terrenos que com muita mestria ele dominava: a política económica e monetária (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota

1. Em forma de conclusão e como homenagem ao Carlos Tenreiro, caminhando por terrenos que com muita mestria ele dominava: a política económica e monetária (2ª parte-conclusão) Por Júlio Marques Mota, 15 de abril de 2018    (2ª parte-conclusão) 3.

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção?Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (2ª parte-conclusão). Por The Heisenberg 

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (2ª parte-conclusão) Por The Heisenberg  Publicado por 

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção?Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (2ª parte-conclusão). Por The Heisenberg 

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (2ª parte-conclusão) Por The Heisenberg  Publicado por 

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (1ª parte). Por The Heisenberg

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (1ª parte) Por The Heisenberg  Publicado por 

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (1ª parte). Por The Heisenberg

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 31. Os relatórios sobre a minha morte foram largamente exagerados (1ª parte) Por The Heisenberg  Publicado por 

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 30. A Goldman escreve uma carta aos seus clientes: “Pensamos que deve atualmente estar mais preocupado em vender do que em comprar”. Por Therealheisenberg 

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 30. A Goldman escreve uma carta aos seus clientes: “Pensamos que deve atualmente estar mais preocupado em vender

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 30. A Goldman escreve uma carta aos seus clientes: “Pensamos que deve atualmente estar mais preocupado em vender do que em comprar”. Por Therealheisenberg 

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 30. A Goldman escreve uma carta aos seus clientes: “Pensamos que deve atualmente estar mais preocupado em vender

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 29. Pode o leitor sentir a tensão? Tome um bom uísque, a história diz-nos que esta correção pode tornar-se ainda mais profunda. Por therealheisenberg

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 29. Pode o leitor sentir a tensão? Tome um bom uísque, a história diz-nos que esta correção

Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 29. Pode o leitor sentir a tensão? Tome um bom uísque, a história diz-nos que esta correção pode tornar-se ainda mais profunda. Por therealheisenberg

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Parte II – 29. Pode o leitor sentir a tensão? Tome um bom uísque, a história diz-nos que esta correção