BELCANTO- Teresa Berganza – por Carla Romualdo e Carlos Loures

 

 

 

 Teresa Berganza, mezzo-soprano espanhola, nasceu em Madrid em 16 de Março de 1935. É considerada uma das maiores intérpretes de todos os tempos em óperas como Carmen e Cenerentola. iniciou a carreira no Festival de Aix- en-Provence de 1957.

  

Possuidora de uma técnica perfeita, de uma invulgar musicalidade, conquistou os seus maiores triunfos nos papéis de Cherubino (As bodas de Fígaro), Rosina (Barbeiro de Sevilha), Angelina (La Cenerentola) e Carmen.

 

Foi frequentemente dirigida pelo maestro Claudio Abbado.

 

 

Carmen, a ópera de Georges Bizet com libreto de Henri Meilhac e Ludovic Halévy,baseado no romance homónimo de Prosper Mérimée, foi estreada em 3 de Março de 1875 na Opéra-Comique de Paris. Bizet concebeu a personagem para ser cantada por mezzo-sopranos. Porém, dada a semelhança de tessituras, tem sido interpretada por sopranos, como Maria Callas, por exemplo. Entre as intérpretes das últimas décadas, Teresa Berganza distinguiu-se pela intensidade do seu desempenho. Em Portugal, Carmen foi estreada, na versão em italiano, em 4 de Maio de 1875 no Real Teatro de São Carlos. Julia Novelli desempenhou o principal papel.

 

Vamos escutar Teresa Berganza numa das suas mais celebradas interpretações, na “Habanera” (ou “Havanaise”) da ópera Carmen, de Georges Bizet, com Placido Domingo no papel de Dom José:

 

  

 

 

Leave a Reply