Pérolas da música portuguesa votadas ao ostracismo – Menino Jesus – por Álvaro José Ferreira

Ouça! Ouça!… Não deixe de ouvir até ao fim, pois assim terá oportunidade de exclamar: «É realmente

incompreensível que pérolas deste quilate estejam excluídas da ‘playlist’ da Antena 1, o canal generalista da rádio estatal que tem a obrigação legal (formalmente estabelecida no contrato de concessão do serviço público de radiodifusão) de divulgar a melhor música portuguesa!!!» Ao mesmo tempo que estas pérolas são votadas ao ostracismo, constata-se que a referida ‘playlist’ está atulhada de subprodutos (exógenos e endógenos), muitos dos quais promovidos ‘ad nauseam’. O que se disse a respeito da Antena 1 aplica-se igualmente à Antena 3, outro canal do chamado “serviço público de rádio” que marginaliza, de forma perfeitamente criminosa, o nosso património musical mais valioso e qualificado. Fica à reflexão dos pagantes da contribuição do audiovisual (que actualmente se cifra em €27,00 anuais + I.V.A.) e de quem tem nas suas mãos o poder para pôr cobro a tão aberrante anormalidade.

 

Menino Jesus

Letra e música: Popular (Campo Maior, Alto Alentejo)
Recolha: Michel Giacometti
Intérprete: Brigada Victor Jara* (in LP “Quem Sai aos Seus”, Vadeca, 1981, reed. Valentim de Carvalho/Iplay, 2008) [>> YouTube]

[instrumental]

Ó meu Menino Jesus,
Ó meu menino tão belo,
Onde foste a nascer
Ao rigor do caramelo. [bis]

Ó meu Menino Jesus,
Não queiras menino ser;
No rigor do caramelo
A neve te faz gemer. [bis]

[instrumental]

O menino da Senhora
Chama pai a São José,
Que lhe trouxe uns sapatinhos
Da feira de Santo André. [bis]

[instrumental]

O Menino chora, chora,
Chora pelos sapatinhos;
Haja quem lhe dê as solas,
Que eu lhe darei os saltinhos. [bis]

[instrumental]

Dá-me o teu menino!
Não dou, não dou, não dou!
Dá-me o teu menino,
Vai à missa que eu lá vou.
Dá-me o teu menino!
Não dou, não dou, não dou!
[4x]

 Glossário:
A palavra “caramelo”, nesta acepção, significa “gelo” (geada, neve, granizo). 
Nota: «Canto recolhido em Campo Maior. Canta-se no Natal, já pelas ruas, já em família, acompanhado do popular instrumento designado por ronca, ou zabumba. A ronca [sarronca] é constituída por um púcaro de barro ao qual se adapta um pedaço de pele de anho, retesada e solidamente atada, através da qual passa um junco que o executante fricciona por meio de um movimento de vaivém.» (Michel Giacometti e Fernando Lopes-Graça, in “Portuguese Folk Music”: vol. 4 – Alentejo, Strauss, 1998; “Música Regional Portuguesa”: CD 5 – Alentejo, col. Portugal Som, Numérica, 2008) * Brigada Victor Jara: Amílcar Cardoso – baixo, viola, bombo e coros Manuel Rocha – violino, bandolim e coros Ananda Fernandes – viola, bandolim, voz solo e coros Joaquim Caixeiro – bombo, caixa, sarronca, voz solo e coros Zé Maria – viola, bandolim, braguesa, baixo, cavaquinho, pífaro, voz solo e coros Rui Curto – acordeão, concertina, viola, castanholas, adufe e coros Arnaldo Carvalho – viola, baixo, trancanholas, matrecos, voz solo e coros Fátima Maia – voz solo e coros Jorge Seabra – gaita-de-foles, cavaquinho, flauta travessa, ocarina, chincalhos e coros Assistente de produção – João Donato Gravado nos Estúdios Arnaldo Trindade, Lisboa Técnicos de som – Moreno Pinto e Jorge Barata URL:

 http://www.brigadavictorjara.pt/

 http://brigadavictorjara.blogspot.com/

 http://www.myspace.com/brigadavictorjara

http://www.youtube.com/user/LuisGarNunes

http://pt.wikipedia.org/wiki/Brigada_Victor_Jara

http://anossamusica.no.sapo.pt/brigadavitorjara.htm

 http://www.ocarina-music.pt/PT/Brigada.htm

http://www.attambur.com/Grupos/brigadadir.htm

 http://bvitorjara.com.sapo.pt/index.html

http://marius2.no.sapo.pt/BrigadaVitorJara.html

http://palcoprincipal.sapo.pt/bandasMain/brigada_victor_jara

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=389

 http://www.lastfm.pt/music/Brigada+Victor+Jara

2 Comments

Leave a Reply