CARLOS MARQUES – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet

Em Coimbra, dois agentes da PIDE invadem a redação da revista VÉRTICE. Um deles aponta o dedo e avisa Joaquim Namorado, o diretor:

– O vosso Carlos Marques que tenha cuidado, pois já estamos de olho nele. Se volta a espalhar-se no que escreve, não escapa, vai dentro!

Viram costas, desandam. Os homens da VÉRTICE largam-se a rir pois CARLOS MARQUES é apenas o pseudónimo inventado pelo Namorado para assinar as frases de KARL MARX que, de vez em quando, publica na contracapa da revista…

Leave a Reply