MANUAL DO PERFEITO “BANKSTER”, LIÇÃO 6 – IV: APROVEITAR OS DELITOS DE INICIADOS

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

Raj Rajaratnam, o Director do fundo  Galleon, apanha uma multa recorde de  92,8 milhões de dólares por delito de iniciados.

Le Monde e  AFP | 9.11.2011

Raj Rajaratnam, | AP/Kathy Willens

O patrão do fundo de investimento Galleon, Raj Rajaratnam, foi terça-feira, 8 de Novembro, em Nova York, punido com uma multa de  92,8 milhões dólares por prática de de insider trading. “Esta é a maior multa já imposta a uma pessoa  num caso de insider trading envolvendo a SEC [Securities and Exchange Commission] ‘, disse a SEC num comunicado de imprensa.

Esta multa imposta por um juiz federal, resulta de um processo cível interposto pela SEC e conduzido paralelamente ao que valeu a  Rajaratnam uma pena de  11 anos de prisão e uma multa de  mais  10 milhões e de ter que renunciar à 53,8 milhões de dólares ilicitamente ganhos num dossier tentacular.

O multimilionário  originário do Sri- Lanka foi acusado pela SEC de insider trading, em vários casos, de que no total resultaram ganhos ilícitos de mais de 52 milhões dólares. “A multa imposta hoje reflecte as proporções históricas da conduta ilegal de  Raj Rajaratnam e o seu impacto sobre a integridade dos mercados,” disse Robert Khuzami, um dos directores da SEC.

Esta condenação foi a maior pena até agora  imposta por insider trading, mesmo que esta tenha ficado abaixo dos valores exigidos pelos  procuradores (entre 19 anos e meio e 24 anos e meio de prisão).

O juiz salientou que Rajaratnam sofria de diabetes e que tinha reconhecido a importância das  suas doações caritativas. A multa imposta na  terça-feira a Rajaratnam acrescenta-se à que apanhou no mês passado e dá um total  de mais  de 156 milhões de acordo com a SEC.

Leave a Reply