REBANHO – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet

– Vossência, Sr. Padre Joaquim, está-se a rir e antecipadamente já me absolve do pecado que não penso cometer. Assim sendo, vou arriscar: há pouco Vossência disse que nós, os homens, somos o rebanho do Senhor e eu nada tenho a contrapor a tal parábola que é mais de Nosso Senhor Jesus Cristo do que nossa. Porém, Vossência também disse que este rebanho, armado de paciência, deve aguardar um sinal divino para encontrar o caminho da salvação. Ora eu, que sou apenas um zé-ninguém muito curto de razões, atrevo-me a dar parecer diferente: quem assim fica à espera do sinal do pastor, será rebanho de ovelhas e carneiros pois rebanho de homens e mulheres não fica à espera de sinais prá salvação, vai mas é em busca dela. Se Deus Nosso Senhor tivesse querido que o povo apenas fosse manso e paciente, ter-nos-ia feito como fez às ovelhas e aos carneiros. Mas Deus Nosso Senhor quis fazer-nos à sua imagem e semelhança. Quer isto dizer que nas entranhas do mais ranhoso dos homens ainda arde a chama divina. Ele tem, a cada instante, a possibilidade e a obrigação de decidir entre aquilo que ele acha ser o Bem e aquilo que ele acha ser o Mal. Não pensar, não escolher, ficar sempre à espera que os outros decidam por ele, isso é trair a vontade divina, voluntária conversão de homem a carneiro. Em nome de Deus nego que as mulheres sejam apenas fêmeas lanudas, em nome de Deus nego que os homens sejam apenas machos cornudos.

 Zoeira por toda a sala. Descidos os biocos para os ombros, baixadas as golas das samarras. Falavam uns com os outros mas em voz alta, a rasgar e a explodir o silêncio da nave. O Padre Joaquim estava de pé. Fulo e fulvo, parecia um rabanete. Grita, manda que eu me cale, apostasia, sacrilégio… Sofre de azia o padre egrégio?

 – Ó Sr. Padre Joaquim desculpe lá a inconveniência mas foi Vossência quem me deu a palavra e o que se dá com a mão direita não se tira com a esquerda. Faz favor não me interrompa, não me corte o fio à meada, que eu já estou tomado pelo fogo divino. Vossemecês reparem: está o vosso rebanho especado a meio de uma encruzilhada. Não sou eu quem vai dizer: voltem para trás, vão em frente, cortem à esquerda, dobrem à direita. Quem deve decidir isso sois vós e mais ninguém por vós.

Leave a Reply