UMA SITUAÇÃO CURIOSA – A LISTA DE LAGARDE

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota

Uma situação curiosa, uma lista  de gente que terá fugido  ao fisco na Grécia, é perdida pelos ministros  da Grécia e achada por alguém que irá responder em Tribunal por tê-la publicado.

Uma notícia do Jornal Le Monde de hoje

2 059

Este é o número de pessoas que estão na “lista de Lagarde”, publicada esta semana por  Costas Vaxevanis, Editor chefe da revista HOt  Doc .   Vaxevanis foi preso ontem por violar a lei sobre a publicação de dados privados. Foi  de seguida posto em liberdade  ficando a aguardar o seu julgamento, depois de ter comparecido   junto  das autoridades judiciais.  Milhares de gregos ricos que aparecem nesta lista, entregue à  Grécia em 2010 pelas  autoridades francesas e  ao senhor Vaxevanis, anonimamente,   são suspeitos de fraude fiscal e devem ser objecto de investigações. O actual ministro das Finanças, Yannis Stournaras, anunciou  na semana passada que mais uma vez iria pedir  a lista de  França, os dois Ministros anteriores  terão declarado, um de a ter perdido, e o outro não estava seguro da sua autenticidade .

Informação de Business Insider:

A controversa ‘lista de Lagarde’ perdeu-se   e é uma má notícia para o primeiro-ministro grego

Matthew Boesler|Oct. 27, 2012, 5:50 PM|12,369|20

The controversial ‘Lagarde List’ has been leaked to the media in Greece.

A polémica  ‘Lista de Lagarde ” foi perdida a favor dos media da Grécia

A lista contém os nomes de 1.991 gregos ricos com contas bancárias na filial do HSBC de Genebra, e  a lista tem este nome  depois de Christine Lagarde a ter dado  ao ex-ministro das Finanças grego Giorgos Papakonstantinou em 2010.

A lista foi mantida em segredo pelo governo grego desde então.

Ultimamente, a questão da existência ou não as contas foram utilizadas pelos gregos ricos para efectuarem a evasão fiscal  enquanto o seu país está numa situação orçamental  terrível fiscal que gerou uma tempestade política.

Alguns nomes da lista poderiam criar problemas para o actual primeiro-ministro, Antonis Samaras, que está desesperadamente a tentar levar o Parlamento a aprovar  um pacote de cortes de  despesas públicas fortemente controverso, de modo a  garantir o desembolso próximo do tão necessário dinheiro de resgate concedido pela Troika como credor.

Um nome na lista é Stavros Papastavros, um conselheiro de Samaras. Outro  é Georgios Voulgarakis, um ex-ministro e membro do partido de Samaras “Nova Democracia”

A lista também contém os nomes de altos funcionários  do Ministério das Finanças, que têm estado no centro da crise na Grécia. A lista esteve inexplicavelmente perdida por mais de um ano depois de o ministro das Finanças cessante Papakonstantinou a ter passado  para o novo ministro das Finanças, Evangelos Venizelos, em 2011.

Um rico empresário grego na indústria de equipamento militar e outro antigo governo alto-funcionário que tem estado  envolvidos em negócios de material para o Ministério da Defesa apareceram  recentemente ambos  mortos em alegados suicídios e não foram incluídos na lista.

No entanto, a revista grega que publicou a lista, Hot Doc, sublinhou que não podia ter certeza se a lista  teria já sido publicada antes de ser oferecida à revista.

A Daily Kos blog  cita a imprensa local, dizendo que o governo grego já emitiu um mandado de prisão contra o editor do Hot Doc:

Embora a razão oficial dada pela Polícia Helénica sobre o mandado emitido contra [Kostas] Vaxevanis é a violação das leis de privacidade relacionadas com a informação pessoal dos indivíduos nesta lista, a opinião geral na Grécia, especialmente na blogosfera activa do país e no ambiente social dos  media é de que as autoridades gregas estão  a  tentar silenciar Vaxevanis e para o  “punir” a ele próprio pela  publicação da lista de Lagarde.

Curiosamente,  as versões não-oficiais da lista têm circulado na internet  ao longo das últimas  semanas, enquanto ontem à noite, zougla.gr, um site gerido pelo jornalista Makis Triantafillopoulos, publicou a lista com  apenas algumas horas antes da edição especial da Hot Doc contendo a lista que chegou às bancas. A partir do momento em que este texto é escrito, não se  garante que semelhante mandato não seja emitido  contra Triantafillopoulos, que na Grécia é amplamente considerado como um político com laços muito estreitos com a classe política dominante, pela  sua publicação da lista.

Read more: http://www.businessinsider.com/lagarde-list-of-swiss-bank-accounts-leaked-2012-10#ixzz2AhJYKJxP

Leave a Reply