MUSEU DO NEO-REALISMO – A VIDA E A ARTE DE ANTÓNIO RAMOS DE ALMEIDA – SÁBADO, 13 de JULHO

2013070916593294474

No próximo sábado, dia 13 de julho, pelas 16h00, contamos com a sua presença na inauguração da Exposição Biobibliográfica “A Vida e a Arte de António Ramos de Almeida”. Com curadoria de António Pedro Pita (Professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Coordenador científico do CEIS20 – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX), esta Exposição dá a conhecer António Ramos de Almeida, figura cívica e culturalmente empenhada, atento e interventivo em relação ao seu tempo, que foi também o tempo da génese do movimento neorrealista em Portugal.

A Exposição estará patente até 27 de outubro do corrente ano.

 

Relembrar António Ramos de Almeida, no âmbito do centenário do seu nascimento, é o propósito principal desta exposição, que pretende também possibilitar uma interpretação da obra e sinalizar um percurso.

Sob o título A vida e a arte de António Ramos de Almeida, a exposição detém-se nos modos pelos quais este português de Olinda, com apaixonado vínculo brasileiro, se tornou figura central no conhecimento, entre nós, sobretudo da ficção dita regionalista; documenta a sua participação ativa (poemas, artigos doutrinários e um primeiro balanço crítico na conferência A arte e a vida, 1941), em Coimbra, na viragem cultural neorrealista desde os primeiros anos 30 e mostra como essa inspiração inicial se transforma num olhar e numa atitude, que serão o critério da impressionante atividade cívica e cultural, em que as demarcações necessárias (e as respetivas intransigências) se entrelaçam com uma larga visão que torna a cultura espaço de encontro de subjetividades contraditórias mas não incompatíveis.

Precocemente falecido, os sinais de uma apaixonada existência no mundo permanecem.

António Pedro Pita, curador da Exposição A Vida e a Arte de António Ramos de Almeida

Leave a Reply