LAGO BALKHASH – NO CORAÇÃO DA ÁSIA CENTRAL. Por JOÃO MACHADO

Lago Balkhash - 460px-Central_Asia_Physical
Obrigado a Wikimedia Commons

Bem no centro do mapa acima vemos o Lago Balkhash, no oriente da república do Cazaquistão. um país de mais de dois milhões de quilómetros quadrados, localizado muito longe do mar, e que fez parte da URSS até à desintegração desta. É um lago endorreico, isto é, as suas águas não têm saída. Estas provêm de sete rios principais que ali desaguam, sendo o principal o Ili, que tem mais de 1400 quilómetros de comprimento, um delta de 1800 quilómetros quadrados, e cuja nascente fica num território que actualmente pertence à República Popular da China. Outros afluentes são o Karatal e o Lepsa.

PROVIN~1
Obrigado a Wikimedia Commons

O Balkhash é um dos maiores lagos do mundo. Tem uma área de cerca de 17 000 quilómetros quadrados. O comprimento máximo é de cerca do 600 quilómetros. A altitude média é de 320 metros acima do nível do mar. A profundidade máxima é de 26 metros. Na sua parte ocidental, mais larga e tranquila, a água é doce, na parte oriental, mais estreita e agitada, salgada. A sua bacia de drenagem cobre cerca de 400 000 quilómetros quadrados, parte dos quais situados em território chinês e também no Quirguistão. A península de Saryesik faz a separação entre as duas. O clima da região é do tipo continental, com grandes amplitudes térmicas. As águas do lago, normalmente, estão geladas entre Novembro e  a Primavera.  O termo Balkash, nas línguas tradicionais (tártaro, casaco e outras) significaria pântano de canas.

Lago Balkhash - 800px-DSCF1575
Vista do Lago Balkash, perto da cidade com o mesmo nome.
Obrigado ao Wikimedia Commons

A área do Lago Balkash tende a diminuir, sobretudo devido à acção humana. Há receios que aqui se repita o que se passou com o Mar de Aral, quase desaparecido, por mau planeamento e imprevidência. A actividade económica tem sido intensa, indo desde a exploração mineira, que inclui uma mina de cobre, até à pesca, que chegou a atingir uma dimensão importante. A instalação de albufeiras nos rios afluentes para barragens hidroeléctricas, a introdução de sistemas de rega, fizeram diminuir o caudal de água que chega ao lago. A poluição é intensa. A fauna e a flora da região estão a ser seriamente afectadas, havendo várias espécies em risco.  O facto de a bacia de drenagem se distribuir por outros países, nomeadamente pela República Popular da China, faz aumentar o receio de que sejam desenvolvidas iniciativas que agravem o desequilíbrio  ecológico.

Leave a Reply