“QUANDO AS PESSOAS NÃO TÊM MAIS EIXOS DE FUTUROS SOCIAIS ACABAM FAZENDO COISAS INDESCRITÍVEIS”- ERIC HOBSBAWM , TODA A SUA OBRA EM PDF por Clara Castilho

Imagem1

Eric-HobsbawmEric Hobsbawm é considerado um dos mais importantes historiadores do mundo.Nascido no Egito, viveu as graves crises econômicas e sociais em decorrência da Primeira Guerra Mundial. A partir de 1933, foi viver na Londres, para fugir da perseguição nazista e por ter recebido uma bolsa de estudos para estudar em Cambridge, onde acabou se formando em História. Tendo-se envolvido intensamente com a política, ingressou no Partido Comunista da Grã-Bretanha e exerceu a militância política de esquerda. Preocupou-se em procurar criar métodos mais eficientes para elaborar predições económicas e sociais.

Depois da Segunda Guerra Mundial e ao preparar o seu doutoramento, formou-se o Grupo de Historiadores do Partido Comunista e que sua carreira na História ganhou grande notoriedade e que procuravam entender as classes populares na corrente historiográfica que ficou conhecida como História Social.

Andou pela guerra civil espanhola, visitou Cuba, serviu até de tradutor para Che Guevara e o restante da delegação britânica. Influenciou gerações de estudantes e intelectuais que se interessam pela história contemporânea. Dos livros que publicou, a série de quatro volumes em que analisa a história da Europa transformou-se num trabalho definitivo para quem deseja estudar a história contemporânea.

Definia-se como “um historiador pertencente a minorias atípicas, imigrante na Grã-Bretanha, inglês entre centro-europeus e judeu em toda parte – sentindo-se anômalo até entre os comunistas”, reconhecendo-se apenas na frase definidora que E. M. Forster utilizava para definir um poeta: “ele ficava num ângulo ligeiramente oblíquo em relação ao universo.”

Tendo ainda tido tempo para reflectir sobre a globalização considerou que trouxe consigo uma dramática acentuação das desigualdades económicas e sociais, tanto no interior das nações quanto entre elas próprias. Continuava a defender os valores iluministas: acreditava que eles constituíam os únicos alicerces que temos para construir sociedades justas, seja qual for o lugar da terra e para todos os seres humanos. “Quando as pessoas não têm mais eixos de futuros sociais acabam fazendo coisas indescritíveis”, escreveu no ensaio “Barbárie: manual do usuário”.

Escreveu um livro de memórias, Tempos Interessantes: Uma Vida no Século XX. A Era dos Extremos (1914-1991), foi traduzida em mais de 40 línguas, entre elas o árabe eImagem1 o mandarim. Escreveu até ao fim da vida, tendo publicado em 2011, seu último livro, How To Change the World , defendendo a pertinência do pensamento económico de Marx perante o colapso bancário de 2008-2010.

Com 95 anos, vítima de uma pneumonia, Hobsbawm morreu na manhã do dia 1o de outubro de 2012 no Royal Free Hospital de Londres.

Agora os seus livros podem ser tirados em PDF

http://historialecionada.com/2013/12/19/baixe-livros-do-eric-hobsbawm-em-pdf/

Leave a Reply