A NECESSIDADE QUE AS CRIANÇAS TÊM DE TER UMA “FAMÍLIA” por clara castilho

9349741_b7nUl

Tem-se falado de mãe, de pai, de família, dias comemorativos, de crianças sem família, de crianças retiradas à família por esta não ser “competente”, de adopção, de poderem ou não serem adoptadas por casais em que ambos os elementos são duas mulheres ou dois homens.

A imagem dos pais, boa ou má, correspondendo à realidade ou fantasiada, nunca sai de dentro da cabeça das crianças. Explicar-lhes porque não estão juntos, porque foram abandonados ou afastados, é difícil e não colmata o sentimento de falta.

DSCF6191

E elas dizem:

Quando ouvimos falar em família o que nos lembramos é dos nossos pais. E dos amigos. A família é importante porque foram quem nos criaram.

-É o pai e a mãe. São duas coisas, a minha mana, o meu pai e a minha mãe. Eu gosto deles porque eles são meus amigos..

– Os pais ensinam muitas coisas.

– Às vezes enganamo-nos e fazemos asneiras e depois pedimos desculpas.

Não gosto de separar os pais. Eu tenho um problema. A minha mãe agora está a namorar com outro. Quando ela estava com o meu pai estava tudo bem…

 A minha irmã e eu não queremos ser adoptados.

Eu gostava de estar com a mãe, mas ela não sabe cuidar de mim.

Eu queria que o pai e a mãe se juntassem outra vez. O pai vive com a tia que é muito má.

Um amigo meu lá do ATL goza com a minha mãe. Diz que é gorda. Para mim ela é bonita.

 Se alguém gozasse com a minha mãe, eu ia-lhe à cara! Um dia um miúdo gozou e levou!

O video que vemos abaixo é interessante, Mas fala só das MÃES. Seria bom que pudéssemos dizer o mesmo dos PAIS. Mas família são todos os que são importantes na vida de uma criança, desde os avós, tios, vizinhos, pessoas em que elas confiam e sabem que podem recorrer. Não pode ser só a biológica. Essa, muitas vezes, não é a que elas precisam….

 

Leave a Reply