CRÓNICA DE DOMINGO – “Pessoas descartáveis!” – por Joana Domingues

cronicadomingo3

 

  

O mundo atual está formatado para uma maior rapidez de ideias, ações e inclusive toma de decisões, corremos atrás do que não conseguimos apanhar, pensamos naquilo queImagem1 não podemos ter, e ambicionamos aquilo que já tivemos, neste corre-corre esquecemos que o que deitamos fora é o que afinal nos faz falta.

 ….Ora troca de amigo, ora troca de namorado, ora troca de irmão, ora troca de empregado, ora troca de camisa, ora troca de casaco, ora troca de humor, ora troca de amor….

 No trabalho, na vida pessoal e na vida relacional o troca-troca passou a girar tão sistematicamente como os ponteiros do relógio, tal como ir a FNAC  ler duas frases de cada livro e pousar na prateleira, assim passaram a ser ditadas as relações humanas pelo pega e pousa. A descartabilidade impera, preferimos a escolha do humano por catálogo e a encomenda do ideal, em que o humano passa a ser robô, e o robô quase mais humano.

Consomem-se humanos, controlam-se vidas ao segundo, podemos dizer que assim esta o mundo. A vida vive-se no beep de uma mensagem, no controle do stock de amigos pelas redes sociais e no consumo instantâneo do que ainda nem está pronto.

 O que precisamos afinal para ser felizes? Um login, uma password e um par de likes no facebook, e a vida segue desenfreada como se nunca houvera existido, valor.

 Compramos sonhos, e tornamo-nos enfadonhos….Consumimos, consumimos de tudo e de todos, consumimos mais um pouco e nesse impasse perdemos conta do devaneio em que corre o mundo.

                                                                                           

 

 

 

 

 

1 Comment

  1. Excelente excerto da triste realidade social/ cultural da sociedade, na qual se têm perdido valores e se valoriza o consumismo e a futilidade!
    Mas continuam a haver pessoas que valem a pena conhecer e manter nas nossas vidas, que nunca serão descartáveis, pelas suas características e personalidade únicas.

Leave a Reply