LIBERDADE, DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Imagem1

 

Liberdade, de Sophia de Mello Breyner Andresen

(1919 - 2004)
(1919 – 2004)

O poema é
A liberdade

Um poema não se programa
Porém a disciplina
— Sílaba por sílaba —
O acompanha

Sílaba por sílaba
O poema emerge
— Como se os deuses o dessem
O fazemos

 

Sophia de Mello Breyner Andresen,
in “O Nome das Coisas”  

 

Leave a Reply