BRINCAR: COMO, ONDE, QUANDO? ONTEM E HOJE por clara castilho

Foi lançado a crianças a questão: “Só vocês é que brincam?” e “Como brincavam os vossos pais e os vossos avós?”.

Elas descobriram que brincamos desde sempre, já os seus pais, os seus avós e os seus bisavós o faziam. E será que as brincadeiras eram muito diferentes das deles? Com quem e onde brincavam?

IMG_1410

Para responder a esta questão convidaram pais e avós para sobre isso falarem, fizeram-lhes inquéritos e assim encontram as respostas.

Descobriram, assim, que algumas das brincadeiras de antigamente continuam a ser as de hoje e que transmitem a nossa cultura. Descobriram, assim muitas brincadeiras que não conheciam e até aprenderam a jogar algumas que são muito divertidas e que lhes ensinaram muita coisa.

Chegaram à conclusão que se brinca menos sozinho e mais com os amigos, os vizinhos e os familiares. Viram que se brincava menos em casa e mais na rua, na escola e com coisas da natureza. Perceberam que não tinham computadores, nem consolas, nem Ipads, nem Iphones ou Ipods…

Ora, brincar é a primeira forma que as crianças utilizam para explorar e aprender sobre o mundo e sobre si próprias. Pode pensar-se que brincar é opcional, mas é mais do que isso:

BRINCAR É ABSOLUTAMENTE FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO FÍSICO, SOCIAL, INTELECTUAL E EMOCIONAL.

Brincar ajuda a ter uma melhor saúde física e mental. Às vezes há dificuldade em acreditar nisto porque se pensa que brincar é só um comportamento imprevisível, de fantasia, de risco e inútil.

Os meninos e meninas chegaram à conclusão que quando brincam aprendem a…

… conhecer-se melhor, quem são, o que sentem e do que são capazes.

… ter mais confiança em si.

… superarem-se e a serem capazes de correr atrás dos sonhos.

… relacionarem-se melhor com os outros.

… lidarem com a alegria de ganhar e com a frustração de perder.

Brincar é importante para uma melhor aprendizagem na escola, para uma melhor qualidade de vida e para me tornar num adulto mais responsável e capaz.

Foi assim na Casa da Praia, durante este ano, em que se falou do artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas, sobre o direito a brincar, se celebrou no dia 28 de Maio o dia mundial do brincar e pais e filhos brincaram juntos, na festa de final de ano lectivo.

acredita-se nas crianças, nos sorrisos, nos abraços, na alegria, na descoberta, no prazer de pensar e aprender, nas responsabilidades e nos direitos das crianças. Falámos, discutimos e descobrimos que um dos nossos direitos,.

Brinca enquanto souberes!

Tudo o que é bom e belo

Se desaprende…

A vida compra e vende

A perdição.

Alheado e feliz,

Brinca no mundo da imaginação,

Que nenhum outro mundo contradiz!

Brinca instintivamente

Como um bicho!

Fura os olhos do tempo,

E à volta do seu pasmo alvar

De cabra-cega tonta,

A saltar e a correr,

Desafronta

O adulto que hás-de ser!

(Miguel Torga)

 

 

Leave a Reply