REFLEXÕES EM TORNO DO MASSACRE DE PARIS, EM TORNO DO CINISMO DA POLÍTICA OCIDENTAL – [ESCÂNDALO] “ O EX-CHEFE DA DST: VALLS RECUSOU RECEBER A LISTA DOS JIADHISTAS FRANCESES POR MOTIVOS IDEOLÓGICOS ” – por OLIVIER BERRUYER – II

mapa_franca

Selecção, tradução, notas e montagem por Júlio Marques Mota

olivier-berruyer-236x300

 

[Escândalo] “ O ex-chefe da DST:  Valls  recusou receber a lista dos jiadhistas franceses por motivos ideológicos ”

Olivier Berruyer,  [Scandale] “L’ex-chef de la DST : M. Valls a refusé la liste des djihadistes français pour des raisons idéologiques

Les-Crises.fr, 19 de Novembro de 2015

(continuação)

valls - b

Denunciávamos aqui em 2015 a louca  política francesa na Síria, que escolheu apoiar os islamitas  contra Assad. François Hollande, confessou em 2014 ter armado as milícias (islamitas) sírias  a partir de 2012, mentindo ao indicar: “Começámos quando tivemos a certeza que iriam parar a  mãos seguras “. Alimentar em armas uma guerra civil, um espanto – a fortiori quando se está a armar in fine al-Qaeda, o Exército Islâmico e Daech! (só há estes a combater). Falta de sorte, o antigo chefe da CIA na região do Médio Oriente, o grande espião Robert Baer, indicou “os Estados Unidos têm sido  incapazes de identificar o mais pequeno grupo que seja de  sírios ditos “moderados “ quando começou a guerra civil” (Fonte: l’Humanité). Laurent Fabius foi ao ponto de declarar  no final de  2012 que “al-Nosra fazia um  bom trabalho sobre o terreno” (Fonte: Le Monde), dois dias depois dos  Estados Unidos indicarem que esta milícia que tinha  reivindicado vários atentados suicídios era com efeito um pseudónimo de al-Qaeda. A imprensa permaneceu inexplicavelmente  muito silenciosa sobre todos os pontos escandalosos.

Denunciávamos ontem as escolhas delirantes do governo que terão arrastado consigo, por fim, a morte de 130 pessoas. Hollande e Cia   têm  cortado qualquer contacto com o governo sírio (altamente criticável, certamente, mas que nunca nos fez mal nenhum!), incluindo entre serviços de informação que lutam contra o terrorismo. É o único governo a ter feito assim,  os outros países europeus não o fizeram. O jornal Le Monde revelava em 2014 a cólera da DGSI (informações internas, ex-DST) face a esta política suicida, onde Fabius declarava ao Paris Match: “Não se escolhe entre Ditaduras e Terroristas! “ Notemos  que Fabius não escolheu, apoiando a Arábia Saudita e o Catar que têm o mérito de acumular as duas características como no-lo lembra o nosso grande juiz anti-terrorista. Imagens das relações de alguma da esquerda caviar francesa:
Valls - VIII

Valls - IX
valls - c

Sabe-se porquê: Philippe de Villiers: “A classe política foi  comprada pelo Catar e pela Arábia Saudita. ” (Fonte: Le Point.fr)…

Chega um momento em que  uma população (enfim,   sobretudo a imprensa…) ao deixar de reagir face a estes  delírios totalmente públicos que  já não podem infelizmente ser considerados  como totalmente inocentes, passa a ficar  cúmplice dessa situação.

E ontem, o antigo chefe do DST, a mais elevada estrutura encarregada da luta contra o terrorismo, declarou que   Assad propôs em 2013 fornecer-nos a lista dos jihadistas franceses a operarem na Síria no âmbito de uma cooperação, mas que Manuel Valls (então ministro do Interior) recusou por razão “ideológicas” – em total coerência com a doutrina de Hollande-Fabius. Assad confirmou-o:

valls - d

Resultado? Ontem como esta manhã, nem um meio de comunicação social do mainstream   fala  do assunto. Nenhum, de momento,  19/11 ao meio dia, um dia em que o chefe do DST acusa gravemente o Primeiro Ministro e o Ministro dos Negócios Estrangeiros, apenas os meios de comunicação social alternativos.

Valls - X

(continua)

________

Ver o original de Olivier Berruyer em:

http://www.les-crises.fr/scandale-lex-chef-de-la-dst-m-valls-a-refuse-la-liste-des-djihadistes-francais-pour-des-raisons-ideologiques/

________

Ver a Parte I deste trabalho de Olivier Berruyer e de Júlio Marques Mota, publicada ontem em A Viagem dos Argonautas, em:

http://aviagemdosargonautas.net/2015/12/14/escandalo-o-ex-chefe-da-dst-valls-recusou-receber-a-lista-dos-jiadhistas-franceses-por-motivos-ideologicos-por-olivier-berruyer/

Leave a Reply