FRATERNIZAR – Actos terroristas e fogos florestais – SERÁ QUE VIERAM PARA FICAR?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

 

Bem se pode afirmar que os actos terroristas que hoje já quase não são notícia vieram para ficar. Como os fogos florestais. Não são uma fatalidade, mas dois dos piores frutos da opção política e económico-financeira e, até, antropológica-teológica que está na origem deste nosso tipo de mundo. Digo mais. Frutos, sobretudo, na ordem do ser, da opção antropológica-teológica que é a mãe de todas as outras. Uma vez que, por trás de toda e qualquer opção política e económico-financeira, está sempre uma antropologia e uma teologia. Não damos por elas, porque já nascemos, crescemos, morremos num tipo de mundo que temos como natural, quando é cientificamente teológico e ideológico.

Desde que os nossos antepassados mais primitivos, possessos de Medo, formularam a hipótese “Deus”, deram início a um tipo de mundo onde o Medo veio a tornar-se quase congénito. Somos concebidos e gerados no Medo. Nascemos e crescemos no Medo. Somos educados e morremos no Medo. Há milénios e milénios que é assim. De modo cada vez mais refinado. Vemo-nos hoje mergulhados num dos picos mais altos do Medo. Quase sem oportunidade para parar, reflectir e encontrarmos a porta estreita de saída do Medo. E como as anteriores gerações, insistimos na fuga para a frente. Sem vermos que nos espera o abismo nuclear. Quando o imperativo ético nos exige parar e inverter a marcha. Até regressarmos aos primitivos Humanos, para abdicarmos, em definitivo, da hipótese “deus” que eles, possessos de Medo, demencialmente formularam.

Até os filósofos e cientistas nossos contemporâneos – os mais possessos de Medo – vivem obcecados em viajar para trás no tempo, mas não em busca dos primitivos Humanos que formularam a hipótese “deus”, para dela abdicarem, sim em busca do que chamam, “partícula de deus”. A obsessão é tão forte que até os cientistas auto-declarados ateus estão também apostados nela. Convictos, certamente, de que a partícula de deus não existe e verem assim mais do que justificado o seu auto-declarado ateísmo. Insensatos que somos, os auto-declarados crentes e ateus. Mais ainda os crentes. Porque se hoje cresce de dia para dia o número dos auto-declarados ateus, isso deve-se sobretudo aos auto-declarados crentes. Cujo ser-viver na história não é um ser-viver que se apresente. Até o Concílio Vaticano II o diz. Mas, também por isso, continua metido na gaveta, como, cem anos depois da revolução russa, o chamado socialismo-comunismo.

Urge regressarmos aos primitivos Humanos que, possessos de Medo, formularam a hipótese “deus”. Não para a reformularmos. Sim, para abdicarmos dela liminarmente. Porque o imperativo ético é, em cada tempo e lugar, olharmos-nos nos olhos uns dos outros e reconhecermos, com imensa alegria, irmã gémea da Verdade, que somos os mais frágeis dos seres vivos e, sabiamente, religarmo-nos para sempre uns aos outros, numa unidade indissolúvel, a ser reforçada e melhorada por cada nova geração que vem ao mundo. Sem nunca mais formularmos a hipótese “deus”, sem dúvida a maior tentação que reiteradamente nos bate à porta.

Porque só na religação uns aos outros, ao modo dos vasos comunicantes – é assim o organismo vivo de cada uma, cada um de nós – e a cuidarmos com crescente alegria uns dos outros e da Terra que dança ininterruptamente à volta de si mesma e ao mesmo tempo à volta do Sol, acabamos, mais cedo do que tarde, por darmos conta do Sopro outro que gratuitamente nos habita e faz ser irrepetíveis e únicos , desde o instante da nossa conceição no útero materno. Sem nenhum lugar para o Medo e o tipo de mundo por ele gerado, que só sabe roubar, matar, destruir. No qual os actos de terrorismo e os incêndios florestais, cientificamente programados, vieram para ficar e levar tudo e todos.

www.jornalfraternizar.pt

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: