Posts Tagged: incêndios florestais

A INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS NEOLIBERAIS FACE ÀS SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE: AUSTRÁLIA, REINO UNIDO E PORTUGAL COMO EXEMPLOS EMBLEMÁTICOS – IV – AS CONSEQUÊNCIAS GEOPOLÍTICAS DOS FOGOS FLORESTAIS NA AUSTRÁLIA. A TRAGÉDIA ESTÁ BEM DOCUMENTADA, MAS OS EFEITOS GLOBAIS POTENCIAIS NÃO – por ALLISON FEDIRKA

      The Geopolitical Consequences of Australia’s Wildfires. The tragedy has been well documented, but its potential global effects have not, por Allison Fedirka GPF – Geopolitical Futures, 20 de Janeiro de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques

A INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS NEOLIBERAIS FACE ÀS SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE: AUSTRÁLIA, REINO UNIDO E PORTUGAL COMO EXEMPLOS EMBLEMÁTICOS – IV – AS CONSEQUÊNCIAS GEOPOLÍTICAS DOS FOGOS FLORESTAIS NA AUSTRÁLIA. A TRAGÉDIA ESTÁ BEM DOCUMENTADA, MAS OS EFEITOS GLOBAIS POTENCIAIS NÃO – por ALLISON FEDIRKA

      The Geopolitical Consequences of Australia’s Wildfires. The tragedy has been well documented, but its potential global effects have not, por Allison Fedirka GPF – Geopolitical Futures, 20 de Janeiro de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques

GEOTA – PROJETO TERRASEIXE APRESENTARÁ RESULTADOS EM FARO “ANTES QUE ARDA OUTRA VEZ” – SEXTA-FEIRA, 22 de MARÇO, das 10 às 17 horas, no auditório da CCDR ALGARVE, Praça da LIBERDADE, 2, em FARO.

  Leia mais clicando em: http://www.geota.pt/scid/geotaWebPage/defaultCategoryViewOne.asp?categoryId=774 https://maisalgarve.pt/noticias/regionais/15282-geota-projeto-terraseixe-apresentara-resultados-em-faro-antes-que-arda-outra-vez https://regiao-sul.pt/2019/03/14/ambiente/resultados-do-projeto-terraseixe-vao-ser-apresentados-em-faro/461726 http://www.cm-aljezur.pt/pt/noticias/1488/projecto-terraseixe.aspx  

“EXISTE UNA INDUSTRIA DEL FUEGO EN GALICIA”, entrevista a XABIER VÁZQUEZ PUMARIÑO, por JOSEP FITA

OBRIGADO A XABIER VASQUEZ PUMARIÑO, JOSEP FITA, LA VANGUARDIA, SALVADOR SAS, EFE, CÉSAR PRÍNCIPE E ADÃO CRUZ A leitura desta entrevista, que mãos amigas nos fizeram chegar, informa-nos sobre o que se passou recentemente na nossa vizinha Galiza. E pode

“EXISTE UNA INDUSTRIA DEL FUEGO EN GALICIA”, entrevista a XABIER VÁZQUEZ PUMARIÑO, por JOSEP FITA

OBRIGADO A XABIER VASQUEZ PUMARIÑO, JOSEP FITA, LA VANGUARDIA, SALVADOR SAS, EFE, CÉSAR PRÍNCIPE E ADÃO CRUZ A leitura desta entrevista, que mãos amigas nos fizeram chegar, informa-nos sobre o que se passou recentemente na nossa vizinha Galiza. E pode

FRATERNIZAR – Actos terroristas e fogos florestais – SERÁ QUE VIERAM PARA FICAR?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Bem se pode afirmar que os actos terroristas que hoje já quase não são notícia vieram para ficar. Como os fogos florestais. Não são uma fatalidade, mas dois dos piores frutos da opção política e económico-financeira e, até, antropológica-teológica

FRATERNIZAR – Actos terroristas e fogos florestais – SERÁ QUE VIERAM PARA FICAR?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  Bem se pode afirmar que os actos terroristas que hoje já quase não são notícia vieram para ficar. Como os fogos florestais. Não são uma fatalidade, mas dois dos piores frutos da opção política e económico-financeira e, até, antropológica-teológica

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 2 – O FMI e o multiplicador da Grécia. Por Alberto Bagnai

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 2. O FMI e o multiplicador da Grécia     Por Alberto Bagnai (*) Publicado por goofynomics.blogspot em 1 de abril de 2015 A economia existe porque há trocas, cada troca supõe a

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 2 – O FMI e o multiplicador da Grécia. Por Alberto Bagnai

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 2. O FMI e o multiplicador da Grécia     Por Alberto Bagnai (*) Publicado por goofynomics.blogspot em 1 de abril de 2015 A economia existe porque há trocas, cada troca supõe a

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota

  1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (2ª parte-conclusão) Por Júlio Marques Mota   2ª Parte (conclusão) – Fumos tóxicos sobre as nossas ideias       Mas sente-se

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota

  1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (2ª parte-conclusão) Por Júlio Marques Mota   2ª Parte (conclusão) – Fumos tóxicos sobre as nossas ideias       Mas sente-se

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (1ª parte). Por Júlio Marques Mota

1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (1ª parte) Por Júlio Marques Mota     Razões de uma dedicatória Hoje, a Universidade de Coimbra está engalanada. Está em festa, com

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (1ª parte). Por Júlio Marques Mota

1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (1ª parte) Por Júlio Marques Mota     Razões de uma dedicatória Hoje, a Universidade de Coimbra está engalanada. Está em festa, com

SINAIS DE FOGO – MUITA CAGANÇA – por Soares Novais

  Há uma semana, o fogo consumiu 43 vidas. Vidas de homens e mulheres que o Estado sempre ignorou e cuja morte ficará registada pelos burocratas das conservatórias. Tal qual foi feito com aqueles que as chamas imolaram em Pedrogão

SINAIS DE FOGO – MUITA CAGANÇA – por Soares Novais

  Há uma semana, o fogo consumiu 43 vidas. Vidas de homens e mulheres que o Estado sempre ignorou e cuja morte ficará registada pelos burocratas das conservatórias. Tal qual foi feito com aqueles que as chamas imolaram em Pedrogão

EDITORIAL –  A MAFIA DO FOGO

Não há palavras que consigam descrever a insegurança, a impotência que dominam as pessoas perante a enorme catástrofe dos incêndios que têm dominado Portugal. Mas os episódios políticos dos últimos dias, se para alguns poderão servir de válvula de escape,

EDITORIAL –  A MAFIA DO FOGO

Não há palavras que consigam descrever a insegurança, a impotência que dominam as pessoas perante a enorme catástrofe dos incêndios que têm dominado Portugal. Mas os episódios políticos dos últimos dias, se para alguns poderão servir de válvula de escape,

EDITORIAL: O FOGO NO VERÃO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO – por João Machado

Há décadas que o Verão em Portugal é sinónimo de incêndios florestais. Clicando nos dois primeiros links abaixo poderão encontrar alguns elementos sobre a evolução da dimensão destes nos últimos cinquenta anos. Não é preciso um grande esforço, nem grande

EDITORIAL: O FOGO NO VERÃO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO – por João Machado

Há décadas que o Verão em Portugal é sinónimo de incêndios florestais. Clicando nos dois primeiros links abaixo poderão encontrar alguns elementos sobre a evolução da dimensão destes nos últimos cinquenta anos. Não é preciso um grande esforço, nem grande

CONTOS & CRÓNICAS – HÉLDER COSTA – O FOGO TERRORISTA

  Fico perplexo com a banalização dos incêndios. Qualquer português que ame o seu país não pode tolerar o fogo voluntário e organizado que destrói terras, casas, riquezas e populações. Não se trata de ligeira falcatrua, trata-se de um crime

CONTOS & CRÓNICAS – HÉLDER COSTA – O FOGO TERRORISTA

  Fico perplexo com a banalização dos incêndios. Qualquer português que ame o seu país não pode tolerar o fogo voluntário e organizado que destrói terras, casas, riquezas e populações. Não se trata de ligeira falcatrua, trata-se de um crime

PLATAFORMA SABOR LIVRE CONTESTA FALTA DE IMPLEMENTAÇÃO DAS MEDIDAS DE MINIMIZAÇÃO DE IMPACTES NA BARRAGEM DO BAIXO SABOR

Do site do GEOTA    COMUNICADO DE IMPRENSA A Plataforma Sabor Livre integra as principais Organizações Não Governamentais de Ambiente que contestam desde o início o projecto do Aproveitamento Hidroeléctrico do Baixo Sabor no Sítio de Importância Comunitária e na

PLATAFORMA SABOR LIVRE CONTESTA FALTA DE IMPLEMENTAÇÃO DAS MEDIDAS DE MINIMIZAÇÃO DE IMPACTES NA BARRAGEM DO BAIXO SABOR

Do site do GEOTA    COMUNICADO DE IMPRENSA A Plataforma Sabor Livre integra as principais Organizações Não Governamentais de Ambiente que contestam desde o início o projecto do Aproveitamento Hidroeléctrico do Baixo Sabor no Sítio de Importância Comunitária e na