Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 5. VIX: A volatilidade desperta os zombies. Por Etienne Henri.

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte

Imagem 2 Trickle-Down CADILLAC

 Seleção e tradução de Júlio Marques Mota

Parte II – 5. VIX: A volatilidade desperta os zombies.

Por Etienne Henri  etienne henri

Publicado por  Agora newLogo2018 em 20 de fevereiro de 2018

O regresso volatilidade pode ter causado alguns danos nos balanços dos bancos que vivem das suas atividades de mercado e tinham apostado muito na baixa da volatilidade.

Durante as primeiras duas semanas de fevereiro os índices evoluíram no vermelho. Nikkei, NASDAQ, CAC 40: a venda massiva não poupou nenhum lugar no mercado de ações. O que agora poderia passar por uma correção saudável faz com que os operadores fiquem nervosos.

Colapso? Não colapso? Todos os analistas estão a olhar para a sua bola de cristal para ver se a purga está ou não para continuar.

A psicologia dos fundos de cobertura (hedge funds), a reação dos bancos centrais, as estratégias implementadas em algoritmos de negociação… há muitos fatores. Só o futuro nos dirá se os índices daqui até ao final do mês ultrapassam ou não o limiar simbólico de perda de 20%.

Na tormenta e na incerteza que rodeiam estes movimentos brutais, vemos desde logo desenhar-se uma conclusão: os mercados estão a sair do modo de funcionamento “zombi” que tinham adotado desde há dois anos.

O aumento das taxas de longo prazo, que muitos antecipámos no final de 2017 nas publicações Agora, começa agora aa verificar-se. Os operadores de mercado têm agora de escolher entre ações sobrevalorizadas e obrigações de 10 anos com rendimentos que se aproximam de 3%.

Ora, os grandes fundos tinham já perdido o hábito de arbitragem. Quando tudo sobe, o investimento é fácil: basta comprar. Todas as estratégias terminam o ano no verde, e todos os gestores de fundos se podem vangloriar de terem apostado no cavalo certo. Como é fácil ganhar quando os organizadores da corrida distribuem uma medalha de ouro a cada participante!

Agora a festa acabou e a palavra “estratégia” vai voltar a ter o seu significado. Alguns mercados vão subir, enquanto outros vão cair. As tendências vão-se inverter abruptamente. Haverá vencedores e – quase esquecemos este conceito – haverá também perdedores. [Nota: como encontrar antes dos investidores normais os ganhadores de amanhã e arrecadar verdadeiras fortunas em ganhos de capital, aconteça o que acontecer nos mercados financeiros? Tudo é explicado aqui.]

Em suma: a volatilidade está de volta.

Quando o sonâmbulo acorda no fundo da ravina

O operador ganhador destes últimos dois anos andou a apostar na queda da volatilidade. Já ouviram, certamente falar no VIX, o índice da incerteza dos mercados.

Representa, esquematicamente, a ideia dos operadores sobre a evolução da volatilidade futura. Quando os mercados adormecem (estagnam, ou estão a seguir tendências monótonas), a volatilidade diminui.

É possível investir na alta ou na baixa da volatilidade através da compra de contratos a prazo, na criação de estratégias longas/curtas em ações com comportamentos diferentes, ou simplesmente utilizando ETFs sobre o índice VIX.

Os gestores dos grandes fundos não se contentam, claro, em comprar ETFs com o faz qualquer cidadão, mas estes ETFs permitem-nos saber, de uma forma transparente, que resultados dão as estratégias a jogarem à alta ou à baixa.

Apostar no aumento da volatilidade nos últimos dois anos provou ser doloroso. Como se sabe, estar certo demasiado cedo nos mercados equivale a estar errado. No caso de uma estratégia à alta no VIX, a punição foi dupla.

Não somente o VIX permaneceu sábio ao longo do período, mas a esta estabilidade do subjacente veio juntar-se um custo de detenção dos instrumentos financeiros. Por outras palavras, aqueles que estavam a apostar num aumento da volatilidade estavam a pagar por estarem à espera desse aumento.

Apostar sobre uma baixa na volatilidade, inversamente, era como escavar numa mina de ouro inesgotável. Não só o VIX desceu como também os instrumentos financeiros permitiam um custo de detenção negativo. Assim era melhor multiplicar as posições e jogar a fundo no efeito de alavancagem nesta estratégia inevitavelmente vencedora!

Entre janeiro de 2016 e janeiro de 2018, o ETF XIV, que implementa esta estratégia baixista, aumentou de $16.05 para $144! Ou seja, 870% de aumento em dois anos: eis o que fez sonhar mais de um gestor de ativos. Tanto mais que os bancos centrais prometem desde a crise do subprime fazer todo o possível para extinguirem a volatilidade.

Tudo estava a ir pelo melhor no mundo dos vendedores de volatilidade. E eis o que aconteceu com o ETF XIV nestes últimos dias:

Trickle down Parte II Texto 5 1

Não vê o ponto azul representando o ponto mais baixo do ETF? Olhe com atenção: ele está localizado na parte inferior [direita] perto dos $5. Subiu depois a um pouco mais de $6.

O instrumento financeiro perdeu particamente todo o seu valor. Anos de ascensão foram praticamente reduzidos a zero em poucas horas.

O mercado de ações está cheio de estratégias que funcionam bem até que entrem em colapso. Os anglófonos têm uma expressão muito adequada para este tipo de comportamento: andar a reunir cêntimos diante de um rolo compressor.

Os ganhos modestos pacientemente acumulados são, um dia ou outro, compensados por uma perda massiva.

Quais são as consequências para os mercados?

Se pensa, olhando para a evolução do seu plano de poupança em ações nos últimos dias, que sofreu perdas pesadas, esteja tranquilo.

Os 10% perdidos nos mercados de ações não são nada em comparação com as perdas sofridas pelos vendedores de volatilidade.

Enquanto fiel leitor de publicações Agora, certamente não terá apostado mais do que o razoável no prolongamento para a vida eterna da política soporífera desenvolvida e praticada pelos bancos centrais, e irá antecipar um reaparecimento do nervosismo nos mercados. Então o leitor provavelmente não sofreu diretamente com a subida do VIX.

Em contrapartida, você terá, talvez, um portfólio de valores bancários que podiam parecer baratos no ano passado. Afinal, o preço das suas ações continuavam a apresentar uma bela dedução desde o colapso da crise de crédito subprime. O aumento antecipado das taxas de juro poderia aumentar a sua rentabilidade nos próximos anos. Duas boas razões para fazer uma aposta contrária e arriscar num retorno em forma dos bancos.

Se tal for o caso, fique atento. Como sabe, a atividade especulativa é vital para os bancos. É ela a que faz os resultados dos bancos, muito mais do que a atividade tradicional de banca de retalho.

Ora, a maioria das operadores de mercado confiava numa redução contínua da volatilidade. Há muito a temer do desempenho dos bancos no final do presente trimestre. Essa inversão de tendências fará perdedores e a evolução no valor do XIV Credit Suisse mostra-nos que as perdas serão massivas.

Não queira lá estar, quando a conta for apresentada aos acionistas!

Felizmente, a imagem é menos sombria para os particulares, para quem o retorno da volatilidade não é necessariamente negativo. Vemo-nos depois para ver como se pode até beneficiar disso.

 

Texto original em http://la-chronique-agora.com/vix-volatilite-tracker-xiv/

O autor: Etienne Henri é detentor do diploma de Engenheiro de Minas. Iniciou  a sua carreira na investigação e desenvolvimento na indústria petrolífera, e depois eletrónica de consumo. Atualmente é dirigente de empresa no setor de alta tecnologia, analisando as oportunidades de investimento oferecidas por empresas inovadoras e as grandes tendências do mercado das novas tecnologias.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: