Sobre as razões que estão na base dos focos de tensão entre a China e os Estados Unidos. Introdução, por Júlio Marques Mota

Tensão EUA China 0

julio-marques-motapor Júlio Marques Mota

em 15 de maio de 2019

Há uns meses atrás, em Outubro de 2018, organizámos uma série de textos sobre as relações EUA-China. Não a publicámos então, deixámos o tempo assentar o pó que pairava no ar sobre este tema, à procura de uma maior visibilidade sobre a temática do declínio dos velhos impérios versus nascimento de novos impérios.

A questão era tanto mais séria quanto os Estados Unidos, império em declínio, continuam a ignorar que agora os tempos são outros e em que arrogantemente continuam a tratar o resto do mundo como se este seja uma quinta sua, na traseira da sua moradia de luxo em mau estado de conservação e para a recuperação da qual já faltam meios financeiros.

E a confirmar esta posição dizem-nos analistas da Reuters sobre a guerra comercial travada entre os Estados Unidos e a China:

“Lighthizer [atual representante de comércio dos Estados Unidos] tem pressionado duramente para que se crie um regime de aplicação mais parecido com o usado para sanções económicas punitivas – como as impostas à Coreia do Norte ou ao Irão – do que com um típico acordo comercial.”

Retomar esta série assume agora um carácter de urgência dada a posição oficial chinesa que na sexta-feira passada repôs as negociações praticamente a zero, ao rejeitar as principais exigências americanas que iam ao ponto de exigir a modificação do quadro legislativo chinês para este ficar conforme às exigências de Trump!

Dados os últimos acontecimentos nesta guerra comercial entre os EUA e a China, mas com impacto em todo o mundo, e em forma de introdução, organizámos agora um conjunto de pequenos textos  que nos deem o ponto da situação atual.

Em forma de introdução temos, então:

  1. Os estímulos económicos aplicados pela China mostram sinais de estabilização da economia (Financial Times)
  2. Acordo ou não acordo, Doug Nolan (CREDIT BUBBLE BULLETIN)
  3. Trump tentou explicar o que a China vai fazer a seguir, (Linette Lopez, Business Insider)
  4. Exclusivo: A China recuou em quase todos os aspetos do acordo comercial dos EUA – (Agência Reuters)
  5. A Guerra comercial de Trump é intelectualmente um desastre, (Matt O’Brien, Washington Post)

 

Para mais facilmente se estudar, depois, as razões de fundo que estão por detrás da guerra comercial desencadeada entre o Império do sol poente, os EUA, e o império do Sol nascente, a China, até porque  são estas razões de fundo que constituem a razão de ser da compilação de mais de vinte textos ligados ao diferendo entre os USA e a China.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: