A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA – ÚLTIMO ENCONTRO IMAGINÁRIO de 2019 – participação da sociedade civil – com SOPHIA DE MELLO BREYNER, MODERADOR e JORGE DE SENA – HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 16 de DEZEMBRO, às 21.30

 

Debates entre personagens marcantes da HISTÓRIA UNIVERSAL
PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL


Sophia de Mello Breyner Andresen (Porto, 6 de novembro de 1919 — Lisboa, 2 de Julho de 2004) foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX. Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999. Ficou célebre como canção de intervenção dos Católicos Progressistas a sua “Cantata da Paz”, também conhecida e chamada pelo seu refrão: “Vemos, Ouvimos e Lemos. Não podemos ignorar!” Já depois da Revolução de 25 de Abril, foi eleita para a Assembleia Constituinte, em 1975, pelo círculo do Porto numa lista do Partido Socialista. O seu corpo está no Panteão Nacional desde 2014 e tem uma biblioteca com o seu nome em Loulé. Interpretação da actriz e encenadora Maria do Céu Guerra.

Jorge Cândido de Sena (Lisboa, 2 de Novembro de 1919 — Santa Barbara, Califórnia, 4 de Junho de 1978) foi poeta, crítico, ensaísta, ficcionista, dramaturgo, tradutor e professor universitário português, Depois da sua participação numa tentativa revolucionária abortada em 12 de Março de 1959, viajou até ao Brasil, convidado pela Universidade da Bahia e pelo Governo Brasileiro a participar no IV Colóquio Internacional de Estudos Luso-Brasileiros, iniciando assim o seu longo exílio, que continuou nos Estados Unidos depois do golpe militar fascista de 1964 no Brasil. Quando se deu o 25 de Abril Jorge de Sena ficou entusiasmado e queria regressar definitivamente a Portugal, ansioso de dar a sua colaboração para a construção da democracia. Sem convites institucionais, e sem o respeito intelectual que merecia, continuou a viver nos Estados Unidos, onde tinha a sua carreira estabelecida. Interpretação do actor e professor José Manuel Mendes.

Moderador – Hélder Costa Estudos de Direito em Lisboa e Coimbra. Participou no CITAC (Coimbra), e foi presidente do Cénico de Direito (duas menções honrosas no Festival Mundial de Teatro Universitário de Nancy – 1966/67). Licenciatura da Faculdade de Letras/ Institut d’Études Théatrales – Sorbonne, Paris. Fundador do Teatro Operário de Paris (1970). Director e encenador do grupo de teatro  A  BARRACA ( Lisboa, PORTUGAL), dirigiu vários espectáculos em Espanha, Brasil, Dinamarca e Moçambique. 2011 – criador de “ Encontros Imaginários”, espectáculos que ficcionam encontros e tertúlias com personalidades da História Universal. Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores 2011.

 

CONTACTOS:

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: