Posts Tagged: justiça

CARTA DE BARCELONA – En hores de tenebra, un fet, una cita, un poeta / 3 – por JOSEP A. VIDAL

    UN FET Catalunya, si més no aquella que es reconeix a si mateixa com a nació sobirana, lliure, independent i republicana, seu aquests dies al banc dels acusats. i amb ella s’hi asseu també la democràcia espanyola, víctima

CARTA DE BARCELONA – En hores de tenebra, un fet, una cita, un poeta / 3 – por JOSEP A. VIDAL

    UN FET Catalunya, si més no aquella que es reconeix a si mateixa com a nació sobirana, lliure, independent i republicana, seu aquests dies al banc dels acusats. i amb ella s’hi asseu també la democràcia espanyola, víctima

CALÇADA DE CARRICHE por Luísa Lobão Moniz

  Luísa sobe, sobe a calçada, sobe e não pode que vai cansada. Sobe, Luísa, Luísa, sobe, sobe que sobe sobe a calçada. Saiu de casa de madrugada; regressa a casa é já noite fechada. Na mão grosseira, de pele

CALÇADA DE CARRICHE por Luísa Lobão Moniz

  Luísa sobe, sobe a calçada, sobe e não pode que vai cansada. Sobe, Luísa, Luísa, sobe, sobe que sobe sobe a calçada. Saiu de casa de madrugada; regressa a casa é já noite fechada. Na mão grosseira, de pele

BRASIL – MST – COMUNICADO – DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS – enviado por CAMILO JOSEPH

  Comunicado 128/2018   Dois pesos e duas medidas Lula está depondo devido a uma reforma no Sitio de Atibaia, que pertence a Fernando Bittar, onde é acusado de troca de favores com a OAS e a Odebrecht. Enquanto Fernando Henrique

BRASIL – MST – COMUNICADO – DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS – enviado por CAMILO JOSEPH

  Comunicado 128/2018   Dois pesos e duas medidas Lula está depondo devido a uma reforma no Sitio de Atibaia, que pertence a Fernando Bittar, onde é acusado de troca de favores com a OAS e a Odebrecht. Enquanto Fernando Henrique

AFINAL, QUE REFORMAS? por ANTÓNIO GOMES MARQUES

  I – Introdução Divulguei recentemente por alguns amigos um texto que Vital Moreira escreveu no passado 18 de Março para o blogue «Causa Nossa» —«Geringonça: PS a caminho da maioria absoluta»—, no qual diz, a dado momento, «um governo

AFINAL, QUE REFORMAS? por ANTÓNIO GOMES MARQUES

  I – Introdução Divulguei recentemente por alguns amigos um texto que Vital Moreira escreveu no passado 18 de Março para o blogue «Causa Nossa» —«Geringonça: PS a caminho da maioria absoluta»—, no qual diz, a dado momento, «um governo

SINAIS DE FOGO – GAIANIMA DEU “150 MIL” A TIAGO – por Soares Novais

    O piloto Tiago Monteiro confirmou ter recebido 150 mil euros para ser o cabeça de cartaz de uma corrida de “karting” onde nunca marcou presença. A confissão do feliz contemplado foi feita no tribunal de Gaia e é

SINAIS DE FOGO – GAIANIMA DEU “150 MIL” A TIAGO – por Soares Novais

    O piloto Tiago Monteiro confirmou ter recebido 150 mil euros para ser o cabeça de cartaz de uma corrida de “karting” onde nunca marcou presença. A confissão do feliz contemplado foi feita no tribunal de Gaia e é

CONTOS & CRÓNICAS – DELAÇÃO PREMIADA? – por Hélder Mateus da Costa

    Delação premiada? Como se trata de uma questão entre gente de prática e moral duvidosas, não me quero pronunciar. Mas sugiro alguma eficácia. 1º – quando o “passarão” é apanhado, ir buscar imediatamente o dinheiro que roubou ou

CONTOS & CRÓNICAS – DELAÇÃO PREMIADA? – por Hélder Mateus da Costa

    Delação premiada? Como se trata de uma questão entre gente de prática e moral duvidosas, não me quero pronunciar. Mas sugiro alguma eficácia. 1º – quando o “passarão” é apanhado, ir buscar imediatamente o dinheiro que roubou ou

EDIITORIAL. – Dos tribunais inquisitoriais aos julgamentos democráticos

  Em «O último julgamento», um conto de Arthur Koestler que aqui publicámos há tempos,  o autor do soberbo O zero e o infinito equaciona de forma exemplar o tipo de justiça ministrado em Tribunais em que o acusado entra

EDIITORIAL. – Dos tribunais inquisitoriais aos julgamentos democráticos

  Em «O último julgamento», um conto de Arthur Koestler que aqui publicámos há tempos,  o autor do soberbo O zero e o infinito equaciona de forma exemplar o tipo de justiça ministrado em Tribunais em que o acusado entra

REVISTA DA SEMANA por Luís Rocha

Revista da semana De 06/03/ a 12/03/2016 A nível nacional todas as atenções estiveram centradas na tomada de posse do novo presidente da república portuguesa (Marcelo Rebelo de Sousa). O orçamento de estado para 2016 começou a ser trabalhado na

REVISTA DA SEMANA por Luís Rocha

Revista da semana De 06/03/ a 12/03/2016 A nível nacional todas as atenções estiveram centradas na tomada de posse do novo presidente da república portuguesa (Marcelo Rebelo de Sousa). O orçamento de estado para 2016 começou a ser trabalhado na

EDITORIAL – UMA SEMANA QUE NOS CONFRONTA COM A JUSTIÇA NO QUE DIZ RESPEITO A CRIANÇAS

Nesta semana tomámos conhecimento de factos que nos confrontaram com decisões da área da justiça: a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, condenando a justiça portuguesa na retirada dos sete filhos menores à cabo-verdiana Liliana Melo,  o início

EDITORIAL – UMA SEMANA QUE NOS CONFRONTA COM A JUSTIÇA NO QUE DIZ RESPEITO A CRIANÇAS

Nesta semana tomámos conhecimento de factos que nos confrontaram com decisões da área da justiça: a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, condenando a justiça portuguesa na retirada dos sete filhos menores à cabo-verdiana Liliana Melo,  o início

MUDAR DE RUMO – A JUSTIÇA – por HENRIQUE NETO

Mudar de Rumo – A Justiça O bom funcionamento do sistema de Justiça é uma das principais características das democracias avançadas, podendo dizer-se que a inversa é verdadeira, sendo o caso português um exemplo em que a morosidade, as dificuldades

MUDAR DE RUMO – A JUSTIÇA – por HENRIQUE NETO

Mudar de Rumo – A Justiça O bom funcionamento do sistema de Justiça é uma das principais características das democracias avançadas, podendo dizer-se que a inversa é verdadeira, sendo o caso português um exemplo em que a morosidade, as dificuldades

COMO SOFREM AS CRIANÇAS por Luísa Lobão Moniz

Durante este fim de semana, foram vários os artigos saídos nos jornais sobre a lista de pedófilos. As opiniões divergem. Há quem defenda a lista porque os pais têm o direito de saber se perto deles vive algum pedófilo. É

COMO SOFREM AS CRIANÇAS por Luísa Lobão Moniz

Durante este fim de semana, foram vários os artigos saídos nos jornais sobre a lista de pedófilos. As opiniões divergem. Há quem defenda a lista porque os pais têm o direito de saber se perto deles vive algum pedófilo. É

“PELO DIREITO AUGUSTO DE VIVER” por Luísa LobãoMoniz

“pelo direito augusto de viver”  Carlos Drummond de Andrade  Não sei que magia faz a alegria da passagem de ano contagiar  todas as pessoas, não escolher idades, não escolher género, não escolher estatuto social, não escolher continentes… Dão-se as boas

“PELO DIREITO AUGUSTO DE VIVER” por Luísa LobãoMoniz

“pelo direito augusto de viver”  Carlos Drummond de Andrade  Não sei que magia faz a alegria da passagem de ano contagiar  todas as pessoas, não escolher idades, não escolher género, não escolher estatuto social, não escolher continentes… Dão-se as boas

CARTA DE LISBOA – J’accuse – por Pedro Godinho

    Pronto aqui estamos. Não há como evitá-lo. Nem que fôssemos cegos, surdos e mudos. Agora querem obrigar-nos a pensar que a vida gira em torno de Sócrates (ou Passos, ou Costa ou …). E a tomar partido, por

CARTA DE LISBOA – J’accuse – por Pedro Godinho

    Pronto aqui estamos. Não há como evitá-lo. Nem que fôssemos cegos, surdos e mudos. Agora querem obrigar-nos a pensar que a vida gira em torno de Sócrates (ou Passos, ou Costa ou …). E a tomar partido, por

EDITORIAL – A APLICAÇÃO DA JUSTIÇA MOSTRA QUÃO INJUSTA É A NOSSA SOCIEDADE.

  Os dois partidos políticos que têm dividido entre si o governo deste país, também têm dividido os lucros que daí podem tirar. Os últimos acontecimentos mais uma vez vêm mostrar quão injusta é a nossa sociedade, como o exercício

EDITORIAL – A APLICAÇÃO DA JUSTIÇA MOSTRA QUÃO INJUSTA É A NOSSA SOCIEDADE.

  Os dois partidos políticos que têm dividido entre si o governo deste país, também têm dividido os lucros que daí podem tirar. Os últimos acontecimentos mais uma vez vêm mostrar quão injusta é a nossa sociedade, como o exercício