Category Archives: Informação/Comunicação Social

CARTA DE VENEZA – VENEZA, NOUTROS SENTIDOS – por Vanessa Castagna

Pode haver deslumbramento sem visão? Estamos tão habituados a uma perceção sensorial dominada pela imagem visual que dificilmente nos ocorre a possibilidade de sermos guiados por um cego à descoberta de uma cidade de arte, muito menos de uma cidade

CARTA DE VENEZA – VENEZA, NOUTROS SENTIDOS – por Vanessa Castagna

Pode haver deslumbramento sem visão? Estamos tão habituados a uma perceção sensorial dominada pela imagem visual que dificilmente nos ocorre a possibilidade de sermos guiados por um cego à descoberta de uma cidade de arte, muito menos de uma cidade

MOVIMENTO IBÉRICO ANTI-NUCLEAR – 3.ª ASSEMBLEIA – SÁBADO, 25 de NOVEMBRO, EM CUENCA.

  COMUNICADO El próximo 25 de noviembre los movimientos antinucleares españoles y portugueses analizarán las distintas problemáticas nucleares de la Península Ibérica. La elección de Cuenca es una muestra del apoyo del MIA a la lucha contra el proyecto de

MOVIMENTO IBÉRICO ANTI-NUCLEAR – 3.ª ASSEMBLEIA – SÁBADO, 25 de NOVEMBRO, EM CUENCA.

  COMUNICADO El próximo 25 de noviembre los movimientos antinucleares españoles y portugueses analizarán las distintas problemáticas nucleares de la Península Ibérica. La elección de Cuenca es una muestra del apoyo del MIA a la lucha contra el proyecto de

A GALIZA COMO TAREFA – conceito – Ernesto V. Souza

A realidade supera-me. Confesso. Não é apenas a pertinaz crispação informativa arredor, a agressividade inter nós nas redes sociais que de mais em mais fui abandonando. É a violência social que invade as conversas, a sensação de pressão policial e

A GALIZA COMO TAREFA – conceito – Ernesto V. Souza

A realidade supera-me. Confesso. Não é apenas a pertinaz crispação informativa arredor, a agressividade inter nós nas redes sociais que de mais em mais fui abandonando. É a violência social que invade as conversas, a sensação de pressão policial e

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – EXPOSIÇÃO – UM GRANDE COMÍCIO SEM PALAVRAS

BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA Segundas, quintas, sextas, das 15h às 20h Sábados e domingos, das 11h às 18h A Biblioteca Pública da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – EXPOSIÇÃO – UM GRANDE COMÍCIO SEM PALAVRAS

BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA Segundas, quintas, sextas, das 15h às 20h Sábados e domingos, das 11h às 18h A Biblioteca Pública da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local

SINAIS DE FOGO – GAIANIMA DEU “150 MIL” A TIAGO – por Soares Novais

    O piloto Tiago Monteiro confirmou ter recebido 150 mil euros para ser o cabeça de cartaz de uma corrida de “karting” onde nunca marcou presença. A confissão do feliz contemplado foi feita no tribunal de Gaia e é

SINAIS DE FOGO – GAIANIMA DEU “150 MIL” A TIAGO – por Soares Novais

    O piloto Tiago Monteiro confirmou ter recebido 150 mil euros para ser o cabeça de cartaz de uma corrida de “karting” onde nunca marcou presença. A confissão do feliz contemplado foi feita no tribunal de Gaia e é

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – OS AMIGOS DESCONHECIDOS: CASTELAO – HOJE, SÁBADO, 18 de NOVEMBRO, às 16 horas.

Uma sessão de leituras e conversa sobre Castelao, com Antonio Iglesias Mira, Sara Figueiredo Costa e João Rodrigues. «Os amigos desconhecidos» é uma rubrica em que falamos dos amigos que Mário Dionísio nunca conheceu, mas que têm aspectos em comum

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – OS AMIGOS DESCONHECIDOS: CASTELAO – HOJE, SÁBADO, 18 de NOVEMBRO, às 16 horas.

Uma sessão de leituras e conversa sobre Castelao, com Antonio Iglesias Mira, Sara Figueiredo Costa e João Rodrigues. «Os amigos desconhecidos» é uma rubrica em que falamos dos amigos que Mário Dionísio nunca conheceu, mas que têm aspectos em comum

“EXISTE UNA INDUSTRIA DEL FUEGO EN GALICIA”, entrevista a XABIER VÁZQUEZ PUMARIÑO, por JOSEP FITA

OBRIGADO A XABIER VASQUEZ PUMARIÑO, JOSEP FITA, LA VANGUARDIA, SALVADOR SAS, EFE, CÉSAR PRÍNCIPE E ADÃO CRUZ A leitura desta entrevista, que mãos amigas nos fizeram chegar, informa-nos sobre o que se passou recentemente na nossa vizinha Galiza. E pode

“EXISTE UNA INDUSTRIA DEL FUEGO EN GALICIA”, entrevista a XABIER VÁZQUEZ PUMARIÑO, por JOSEP FITA

OBRIGADO A XABIER VASQUEZ PUMARIÑO, JOSEP FITA, LA VANGUARDIA, SALVADOR SAS, EFE, CÉSAR PRÍNCIPE E ADÃO CRUZ A leitura desta entrevista, que mãos amigas nos fizeram chegar, informa-nos sobre o que se passou recentemente na nossa vizinha Galiza. E pode

DOIS AUTOS DE PRISÃO E MUITAS DÚVIDAS DEMOCRÁTICAS, por JOAQUÍN URÍAS

Selecção e tradução de Francisco Tavares Dois autos de prisão e muitas dúvidas democráticas Por Joaquín Urías, Dos autos de prisión y muchas dudas democráticas Publicado por Ctxt-Contexto y Acción (Público), em 3 de novembro de 2017 PEDRIPOL A própria

DOIS AUTOS DE PRISÃO E MUITAS DÚVIDAS DEMOCRÁTICAS, por JOAQUÍN URÍAS

Selecção e tradução de Francisco Tavares Dois autos de prisão e muitas dúvidas democráticas Por Joaquín Urías, Dos autos de prisión y muchas dudas democráticas Publicado por Ctxt-Contexto y Acción (Público), em 3 de novembro de 2017 PEDRIPOL A própria

EDITORIAL – PORTUGAL, ENTRE OS INCÊNDIOS E A LEGIONELLA – por João Machado

Nos últimos dias o nosso país viu-se a braços com um novo surto de legionella. O número de pessoas afectadas já ultrapassa as 40, e até à data houve duas mortes. Os casos ter-se-ão verificado no Hospital de S. Francisco

EDITORIAL – PORTUGAL, ENTRE OS INCÊNDIOS E A LEGIONELLA – por João Machado

Nos últimos dias o nosso país viu-se a braços com um novo surto de legionella. O número de pessoas afectadas já ultrapassa as 40, e até à data houve duas mortes. Os casos ter-se-ão verificado no Hospital de S. Francisco

CARTA DE BARCELONA – Ay, gracias a Dios…! – por JOSEP A. VIDAL

    Barcelona. Domingo, 29 de octubre, las 10.35. Me dirijo a la estación más próxima para coger el metro. Cuando llego, en la calle se reune un grupo numeroso de personas de todas las edades que probablemente han acordado

CARTA DE BARCELONA – Ay, gracias a Dios…! – por JOSEP A. VIDAL

    Barcelona. Domingo, 29 de octubre, las 10.35. Me dirijo a la estación más próxima para coger el metro. Cuando llego, en la calle se reune un grupo numeroso de personas de todas las edades que probablemente han acordado