Posts Tagged: antónio oliveira

CARTA DE BRAGA – “da leitura, de elevadores e da liberdade” por António Oliveira

  O desfasamento entre a educação e a vida quotidiana é cada vez mais gritante. É necessário e urgente refazer toda a programação porque, creio que a informação já não tem qualquer valor. Por tudo aquilo que vemos à nossa

CARTA DE BRAGA – “da leitura, de elevadores e da liberdade” por António Oliveira

  O desfasamento entre a educação e a vida quotidiana é cada vez mais gritante. É necessário e urgente refazer toda a programação porque, creio que a informação já não tem qualquer valor. Por tudo aquilo que vemos à nossa

CARTA DE BRAGA – “sinetas e Mozart” por António Oliveira

  Imaginemos que se conseguiria montar um sistema de alarme com campainhas de som bem distinto (luzes de cores diferentes não servem por esta ser uma sociedade acostumada a viver e a dar atenção apenas ao ruído), a fim de

CARTA DE BRAGA – “sinetas e Mozart” por António Oliveira

  Imaginemos que se conseguiria montar um sistema de alarme com campainhas de som bem distinto (luzes de cores diferentes não servem por esta ser uma sociedade acostumada a viver e a dar atenção apenas ao ruído), a fim de

ANTÓNIO OLIVEIRA APRESENTA-NOS UM NOVO LIVRO: “UMA CASA A SUL DAS NUVENS”, DIA 14 DE SETEMBRO, 16 H EM GAIA

  O nosso colaborador António Oliveira, que todas as semanas nos desafia à reflexão (Carta de Braga) vai apresentar um novo livro “Uma casa a sul das nuvens” , numa edição da Editorial Novembro. Será no sábado dia 14, na

ANTÓNIO OLIVEIRA APRESENTA-NOS UM NOVO LIVRO: “UMA CASA A SUL DAS NUVENS”, DIA 14 DE SETEMBRO, 16 H EM GAIA

  O nosso colaborador António Oliveira, que todas as semanas nos desafia à reflexão (Carta de Braga) vai apresentar um novo livro “Uma casa a sul das nuvens” , numa edição da Editorial Novembro. Será no sábado dia 14, na

CARTA DE BRAGA – “de papéis e pingalins” por António Oliveira

Naquele ano havia guerra! Não era aqui, mas um ‘artista‘ que não entendia as mudanças dos tempos e da história, mandou que teríamos de a ‘cumprir‘ todos, a bem ou mal e em força! Também por lá andei, mas isso

CARTA DE BRAGA – “de papéis e pingalins” por António Oliveira

Naquele ano havia guerra! Não era aqui, mas um ‘artista‘ que não entendia as mudanças dos tempos e da história, mandou que teríamos de a ‘cumprir‘ todos, a bem ou mal e em força! Também por lá andei, mas isso

CARTA DE BRAGA – “da ganga e da poesia” por António Oliveira

Não o via nem o contactava havia mais de trinta e cinco anos! Não tínhamos sido amigos inseparáveis, mas respeitávamo-nos e partilhámos conversas, gostos, silêncios e vagares, até eu ter desandado na procura de novos caminhos e outras oportunidades. Desandei

CARTA DE BRAGA – “da ganga e da poesia” por António Oliveira

Não o via nem o contactava havia mais de trinta e cinco anos! Não tínhamos sido amigos inseparáveis, mas respeitávamo-nos e partilhámos conversas, gostos, silêncios e vagares, até eu ter desandado na procura de novos caminhos e outras oportunidades. Desandei

CARTA DE BRAGA – “os olhos de Maria” por António Oliveira

  Estas Cartas também vão servir para dizer das minhas memórias. Será apenas quando alguma me atenazar, se atenazar!, a pedir para ser libertada e ganhar vida outra vez, mas carregada de distância, de diferenças e singularidades! Hoje vou dizer de

CARTA DE BRAGA – “os olhos de Maria” por António Oliveira

  Estas Cartas também vão servir para dizer das minhas memórias. Será apenas quando alguma me atenazar, se atenazar!, a pedir para ser libertada e ganhar vida outra vez, mas carregada de distância, de diferenças e singularidades! Hoje vou dizer de

CARTA DE BRAGA – “do preço e do valor” por António Oliveira

O naturalista inglês Alfred Russel Wallace (1823-1913) tem sido apontado às vezes, como co-autor da teoria da selecção natural. Tal confusão terá nascido do facto de Wallace ter enviado a Darwin um ensaio onde sugeria o mecanismo já por ele

CARTA DE BRAGA – “do preço e do valor” por António Oliveira

O naturalista inglês Alfred Russel Wallace (1823-1913) tem sido apontado às vezes, como co-autor da teoria da selecção natural. Tal confusão terá nascido do facto de Wallace ter enviado a Darwin um ensaio onde sugeria o mecanismo já por ele

CARTA DE BRAGA –“imobiliárias e o trumpa como hipótese” por António Oliveira

O rapaz trumpa pode vir a fazer parte do quadro de uma qualquer imobiliária no espaço mundial, mas a concorrência pelo anafado vendedor pode ser homérica! Tudo porque o candidato a vendedor tem dinheiro de bolso para comprar todas as imobiliárias mas,

CARTA DE BRAGA –“imobiliárias e o trumpa como hipótese” por António Oliveira

O rapaz trumpa pode vir a fazer parte do quadro de uma qualquer imobiliária no espaço mundial, mas a concorrência pelo anafado vendedor pode ser homérica! Tudo porque o candidato a vendedor tem dinheiro de bolso para comprar todas as imobiliárias mas,

CARTA DE BRAGA – “de pianos e salsichas” por António Oliveira

  Esta estória recolhia-a de um jornal europeu há já uns tempos e escrevo sobre ela agora, por ser um bom exemplo de ‘divismo’, aquele complexo de superioridade bem vulgar, até num modesto cantador de baptizados, mas resumo-a assim para não

CARTA DE BRAGA – “de pianos e salsichas” por António Oliveira

  Esta estória recolhia-a de um jornal europeu há já uns tempos e escrevo sobre ela agora, por ser um bom exemplo de ‘divismo’, aquele complexo de superioridade bem vulgar, até num modesto cantador de baptizados, mas resumo-a assim para não

CARTA DE BRAGA – “o lado de lá está a ganhar!” por António Oliveira

  O economista Victor Hill, financeiro e também escritor, garante (‘Brexit ou Borexit?’ no blog ‘A viagem dos Argonautas’, 25.07) ‘Mr Johnson tem uma cabeleira loira; Ms Kardashian tem um traseiro generoso’, para afirmar que o Boris é só uma

CARTA DE BRAGA – “o lado de lá está a ganhar!” por António Oliveira

  O economista Victor Hill, financeiro e também escritor, garante (‘Brexit ou Borexit?’ no blog ‘A viagem dos Argonautas’, 25.07) ‘Mr Johnson tem uma cabeleira loira; Ms Kardashian tem um traseiro generoso’, para afirmar que o Boris é só uma

CARTA DE BRAGA –“de atentados e bufões” por Anónio Oliveira

O Domingo costuma ser olhado como dia de assistir ao serviço religioso, também para refazer a despensa da casa mas, para a maioria, é o dia destinado ao descanso e, para muitos outros, um dia de praia ou de folia!

CARTA DE BRAGA –“de atentados e bufões” por Anónio Oliveira

O Domingo costuma ser olhado como dia de assistir ao serviço religioso, também para refazer a despensa da casa mas, para a maioria, é o dia destinado ao descanso e, para muitos outros, um dia de praia ou de folia!

CARTA DE BRAGA – “de títulos e de vaidades” por António Oliveira

As desigualdades são um dos maiores problemas, se não o maior, da realidade social deste país. Aliás, os títulos das notícias, das que não refiram só vedetas e artistas dos estádios ou ecrãs, até servem para alertar para alguns dos

CARTA DE BRAGA – “de títulos e de vaidades” por António Oliveira

As desigualdades são um dos maiores problemas, se não o maior, da realidade social deste país. Aliás, os títulos das notícias, das que não refiram só vedetas e artistas dos estádios ou ecrãs, até servem para alertar para alguns dos

CARTA DE BRAGA – “de desamparados e senadores” por António Oliveira

Os números são dramáticos e foram divulgados pela O.I.T há uma dúzia de dias no relatório ‘Panorama Social do Trabalho no Mundo em 2019’ «– 700 milhões de pessoas trabalham e vivem com menos de 2,80€ por dia; – 265 milhões delas,

CARTA DE BRAGA – “de desamparados e senadores” por António Oliveira

Os números são dramáticos e foram divulgados pela O.I.T há uma dúzia de dias no relatório ‘Panorama Social do Trabalho no Mundo em 2019’ «– 700 milhões de pessoas trabalham e vivem com menos de 2,80€ por dia; – 265 milhões delas,

CARTA DE BRAGA – “do sim e do não” por António Oliveira

  Mais outra vaga de incêndios por cá, neste olimpo dos eucaliptos! Talvez seja bom saber que a área de floresta, esmagadoramente pequena e privada propriedade, é da ordem dos 3 275 000 hectares; o pinheiro bravo com 975 500, sobreiro

CARTA DE BRAGA – “do sim e do não” por António Oliveira

  Mais outra vaga de incêndios por cá, neste olimpo dos eucaliptos! Talvez seja bom saber que a área de floresta, esmagadoramente pequena e privada propriedade, é da ordem dos 3 275 000 hectares; o pinheiro bravo com 975 500, sobreiro

CARTA DE BRAGA – “autofagia e finamento do acordo hortográfico” por António Oliveira

  Uma autofagia fácil se aproveitarem a produção do tal acordo (já o vi assim escrito, mas não consigo lembrar onde!), mas mais difícil se não conseguirem correr os fazedores de tal horta! ‘Teixeira de Pascoais escreveu que na palavra

CARTA DE BRAGA – “autofagia e finamento do acordo hortográfico” por António Oliveira

  Uma autofagia fácil se aproveitarem a produção do tal acordo (já o vi assim escrito, mas não consigo lembrar onde!), mas mais difícil se não conseguirem correr os fazedores de tal horta! ‘Teixeira de Pascoais escreveu que na palavra