Convite de apresentação de «MARIE SKOLODOWSKA CURIE», de Raquel Gonçalves-Maia

 

 

Marie Skłodowska Curiefoi uma pioneira na Ciência, uma vida repartida entre a angústia, a glória e a

tragédia. O Rádio e o Polónio saíram das suas mãos. À radioactividade devotou a vida. Depois de Marie Curie foi mesmo preciso olhar a integração da mulher na sociedade sob um desígnio completa-mente inovador. Marie Curie, de origem polaca, estudou na Sorbonne (Paris), Física e Matemática. E na Sorbonne se doutorou. E nela foi professora. Recebeu dois Prémios Nobel, da Física em 1903 e da Química em 1911. A primeira mulher. Mas, quer na sua vida, quer na sua obra existe um lado oculto e ocultado. Imagens de outra face… Saberemos nós que Marie nem nomeada fora para o primeiro Prémio Nobel?

 

E teria sido o segundo Prémio Nobel atribuído em virtude de uma investigação inovadora? Não terá esta mulher, que tantos estudos empreendeu sobre a radioactividade, mal interpretado os perigos da sua utilização? Conheceremos a sua generosa e activa participação na Grande Guerra? Seria esta “femme en noir”, um coração fechado para o amor?

 

Marie Curie foi filha, irmã, mãe, esposa, amante, venceu preconceitos e transcendeu convenções. Não foi uma mulher perfeita; nem, porventura, uma cientista perfeita. Mas estava muito próximo de o ser e era notável.

 

SAIBA MAIS SOBRE ESTE LIVRO EM: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1514

 

 

Leave a Reply