VENENO … – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet

                                                                                                         

 Em 1522, em Espanha, também ocorreu a revolta dos comuneros. Mas esta foi facilmente dominada. Eu, Carlos V, fui benevolente. Mandei executar apenas 293  rebeldes.

  Em Espanha, luteranos é raça que não consinto, já estou farto de aturá-los na Alemanha. Digo ao Santo Ofício da Inquisição que avance, que não hesite, que o machado corte o mal pela raiz, que o fogo consuma a heresia.           

  A governar, pensara eu poder um dia levar à prática os sábios ensinamentos de Erasmo de Roterdão: a temperança, o retorno às formas simples do cristianismo dos Evangelhos. Pensei, quis, mas não pude, já estávamos inquinados pelo ouro, o veneno do Maligno…

1 Comment

  1. E é o veneno do Maligno que hoje quer perfurar o gelo e acabar com o mundo.
    Bravo ! Vem de longe o veneno e ainda não temos o antídoto.
    abraço solidário.
    Rachel Gutiérrez

Leave a Reply