CRÓNICAS DO QUOTIDIANO – QUEM SAI A PERDER E A GANHAR COM O PR MARCELO? – por Mário de Oliveira

quotidiano1

 

Comporta-se como rei. O rei dos reis. Como senhor. O senhor dos senhores. Como papa. O papa dos papas. Como deus. O deus dos deuses. Obviamente, só em Portugal, este pequeno país que, desde 1143, jamais conseguiu “matar o pai”, em sentido freudiano. Concretamente, deixar de ser o vassalo dos clérigos que, juntamente com os seus compinchas laicos, sempre tiveram as populações, criminosamente mergulhadas no mais primitivo infantilismo cultural e como capachos dos seus pés. Condenadas a ter de trabalhar no duro para os engordar com dízimos e impostos e a ter de aplaudi-los, sempre que trocam os palácios onde vivem por supervigiados banhos de multidão. Ele sabe – mas o que é que Marcelo não sabe?! – que já nascemos vassalos do papa e de todos os seus representantes religiosos e laicos. Fosse Marcelo politicamente honesto com a realidade; colocasse as práticas político-sociais correctas – ortopraxia – à frente dos discursos e das encenações – ortodoxia – em que é maquiavelicamente perito, e nunca teria concebido a tomada de posse como a concebeu e executou ao milímetro. Portugal sou eu – terá dito, no final do dia 9 de Março 2016, quando, antes de se deitar, se viu ao espelho. Conseguiu mostrar urbi et orbi que em Portugal, só ele é. Todos os mais, graúdos íncluídos, não passam de figurantes. A única coisa, de resto, que sabem ser-fazer, para sua vergonha e perdição de quantas, quantos ainda embarcam nos seus envenenados exemplos. A avaliar pelo primeiro dia do novo PR, todos saímos a perder. A “raposa” Marcelo, qual rei Herodes do tempo histórico de Jesus (cf. Lucas 13, 31-33), conseguiu até a perversa proeza de alojar-se na mente-consciência das populações suas vítimas, como o cristo-salvador delas e da pátria, quando é o chefe supremo de todas as máfias que impunemente operam em Portugal, a maior das quais é o cristianismo, com destaque para o romano, com o seu todo-poderoso Estado do Vaticano. Já no que toca às pequenas máfias partidárias, pode dizer-se que saem a ganhar AntónioCosta, o chefe vencedor do PS e os seus aliados. Saem a perder Pedro Passos Coelho, o chefe derrotado do PSD na AR, e o próprio PSD sem um líder credível à altura. É só esperar para ver!

11 Março 2016

https://www.youtube.com/watch?v=hCncu2mgFwY

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: