Autópsia de uma morte já anunciada, a do PSF. II Emmanuel Macron pensa que ” nos falta um rei em França” : uma enorme regressão ideológica

François Mitterrand: “A luta de  classes não é para mim um objetivo. Procuro que esta deixe de existir!”

Lionel Jospin:  “Eu sou um socialista de inspiração, mas o projeto que proponho ao país  não é um projeto socialista. É uma síntese do que é necessário hoje. Ou seja, é  a modernidade. ”

François Hollande   “Vivi cinco anos de poder relativamente absoluto. (…)  Eu naturalmente impus ao meu campo que, sem nenhuma sombra de dúvida, só iria aprovar as políticas que eu consideraria serem justas.” 


Autópsia de uma morte já anunciada, a do PSF

A farsa acabou. O povo francês, Macron escolheu. Um outro ciclo de tragédia e de  farsa já começou.

Emmanuel Macron pensa que ” nos falta um rei em França” : uma enorme regressão ideológica – Texto II

(Francis Métivier, filósofo)

Uma posição de Macron: ” temos falta de um rei em França”. O Ministro da economia teria tentado uma análise da história da França no semanário “Le 1”, que foi lançado na quarta-feira. Que pensar das suas palavras? Descriptagem do nosso colunista, Francis Métivier, filósofo.

Isso pode bem significar a afirmação absurda e inesperada (mas não tão como isso) de Macron: “Falta-nos um rei?” A fórmula pode significar que Macron inventa uma função política, entre déspota esclarecido e filósofo-rei.

macron1

 Realeza, sim, monarquia, não

Ao contrário do que se poderia pensar, Macron não parecem querer um retorno da monarquia em França. Realeza sim, monarquia, não.

Ou uma monarquia parlamentar? Não, porque o Rei é uma figura de puro decoro. Macron quer um verdadeiro rei numa república. E quando há um verdadeiro rei numa república, isso é chamado de “despotismo esclarecido”.

O “despotismo esclarecido” é um conceito filosófico e, além disso, a observação de Macron faz parte de uma discussão sobre a filosofia.

Este conceito do pensamento das Luzes aparece como uma recomendação: o déspota esclarecido é um rei, um ser intermediário entre a razão e as pessoas, um servidor do Estado. Ele é guiado, portanto, pela razão e essa razão elucida o povo.

Na verdade, o chefe direciona sobre o seu povo a luz da razão que ele encarna. Mytho, o déspota esclarecido? Entenda-se, Deus é substituído pela razão… Mas o absolutismo permanece o mesmo.

 O retrato deste “rei” é desenhado na obra “Cândido”, de Voltaire: a sua razão e as suas luzes estão fora dos nossos padrões. As finanças do Estado estão saudáveis, a sua política tem a adesão unânime das pessoas, a cultura e as artes são prioridades.

Em suma, o oposto da política do governo de François Hollande, de que entanto Macron faz parte. Então … o que é que ele está a fazer neste governo? Macron, implanta-se.

O rei é ele

“Falta-nos um rei.” Questão: quem poderia ser o rei? Um período do passado é citado: a era napoleónica. O tempo, não o nome … É verdade, citar Napoleão não é agradável de ouvir.

O único nome mencionado é o de um homem de direita, de Gaulle. Ainda mais surpreendente Macron não cita Mitterrand! Esquecimento, ofensa, desdém, ausência justificada?

Bem, sejamos claros: o Rei que falta à França é ele próprio. O Estado somos nós, mas o rei, é ele. “A democracia implica sempre algum tipo de incompletude, porque não se basta a si-mesma. “

As pessoas não são competentes. Com um rei, a democracia é completa. Com Macron-rei. O ex-estudante de filosofia, ele assumiria a figura do rei-filósofo da “República” de Platão.

Macron, inteligência monstro e versatilidade

De acordo com Hobbes, o líder deve ter todos os poderes. Macron, um Leviatã que viria aperfeiçoar a democracia imperfeita? O Leviatã de Hobbes é um monstro de força legal. Mas o poder pela força aberta e declarada não é possível numa democracia, a força torna-se a da inteligência.

Macron, um monstro de inteligência e versatilidade: economia, negócios, filosofia. O que justifique o seu lugar como rei. Macron está no lugar, mas ele quer o seu lugar.

 Na verdade, ele quer aí deixar sua marca, criar a sua função, reinventar o rei, fazer emergir o seu trono. Seja o Frederico II da Prússia, …da França. Ao mesmo tempo o déspota esclarecido e o filósofo defensor do déspota esclarecido.

Rousseau, tinha no seu “Contrato Social”, uma bela fórmula: “uma nação e o seu líder” Primeiro as pessoas, o povo, depois o líder. Mas Macron, numa enorme regressão ideológica, inverte a hierarquia, primeiro o líder, depois o seu povo.

“A democracia francesa não preenche o espaço”: ser-lhe-á também necessário e até mesmo em primeiro lugar, o despotismo.

Macron, é o ” homem apressado ” da esquerda .


Por memória deixamos aqui um longo excerto da canção L’Homme pressé:

“L’homme Pressé”

J’suis un mannequin glacé

Avec un teint de soleil

Ravalé, Homme pressé

Mes conneries proférées

Sont le destin du monde

Je n’ai pas le temps je file

Ma carrière est en jeu

je suis l’homme médiatique

je suis plus que politique

je vais vite très vite

j’suis une comète humaine universelle

je traverse le temps

je suis une référence

je suis omniprésent

je deviens omniscient

j’ai envahi le monde

Que je ne connais pas

Peu importe j’en parle

Peu importe je sais

j’ai les hommes à mes pieds

Huit milliards potentiels

De crétins asservis

A part certains de mes amis

Du même monde que moi

Vous n’imaginez pas

Ce qu’ils sont gais

Qui veut de moi

Et des miettes de mon cerveau

Qui veut entrer

dans la toile de mon réseau

Militant quotidien

De l’inhumanité

Des profits immédiats

Des faveurs des médias

Moi je suis riche très riche

je fais dans l’immobilier

je sais faire des affaires

Y’en a qui peuvent payer

j’connais le tout Paris

Et puis le reste aussi

Mes connaissances uniques

Et leurs femmes que je…

Fréquente évidemment

Les cordons de la bourse

Se relâchent pour moi

Il n’y a plus de secrets

Je suis le Roi des rois

Explosé l’audimat

Pulvérisée l’audience

Et qu’est-ce que vous croyez

C’est ma voie c’est ma chance

Para ver mais sobre esta temática e esta fonte seguir este link.


O terceiro texto desta série será publicada, amanhã, 05/08/2017, 22h


.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: