Posts Tagged: neoliberalismo

JEREMY CORBYN, UM POLÍTICO QUE SE DISTINGUE PELA SUA SERIEDADE – PARA UM BREXIT DE ESQUERDA – por COSTAS LAPAVITSAS

  Pour un Brexit de gauche, de Costas Lapavitsas Contretemps, 5 de Agosto de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   A nova base militante do Labour, embora hostil ao neoliberalismo, é bastante relutante em relação ao Brexit,

JEREMY CORBYN, UM POLÍTICO QUE SE DISTINGUE PELA SUA SERIEDADE – PARA UM BREXIT DE ESQUERDA – por COSTAS LAPAVITSAS

  Pour un Brexit de gauche, de Costas Lapavitsas Contretemps, 5 de Agosto de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   A nova base militante do Labour, embora hostil ao neoliberalismo, é bastante relutante em relação ao Brexit,

Um plano evolutivo de 6 pontos para o Partido Trabalhista Britânico. Por Bill Mitchell

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota   Um plano evolutivo de 6 pontos para o Partido Trabalhista Britânico  Por Bill Mitchell Editado por Bilbo economic outlook, em 16/12/2019 (ver aqui)   Nos últimos dias, desde as eleições gerais britânicas

Um plano evolutivo de 6 pontos para o Partido Trabalhista Britânico. Por Bill Mitchell

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota   Um plano evolutivo de 6 pontos para o Partido Trabalhista Britânico  Por Bill Mitchell Editado por Bilbo economic outlook, em 16/12/2019 (ver aqui)   Nos últimos dias, desde as eleições gerais britânicas

Os chiques contra as pessoas comuns. Por George Friedman

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Os chiques contra as pessoas comuns  Por George Friedman Editado por  em 17 de dezembro de 2019 (The Posh versus the Blokes in the UK, ver aqui)   Cheguei a Londres no sábado

Os chiques contra as pessoas comuns. Por George Friedman

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Os chiques contra as pessoas comuns  Por George Friedman Editado por  em 17 de dezembro de 2019 (The Posh versus the Blokes in the UK, ver aqui)   Cheguei a Londres no sábado

Eleições no Reino Unido: uma tentativa de explicação dos resultados eleitorais desastrosos para o Partido Trabalhista, para Jeremy Corbyn, para o Reino Unido e para todos nós, gente de esquerda (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota e Francisco Tavares

em 20 de dezembro de 2019 2ª parte – conclusão   E o que nos mostra o quadro dos resultados eleitorais? Que as classes média e alta inglesas, a quem não interessava nem o programa de redistribuição de rendimento nem

Eleições no Reino Unido: uma tentativa de explicação dos resultados eleitorais desastrosos para o Partido Trabalhista, para Jeremy Corbyn, para o Reino Unido e para todos nós, gente de esquerda (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota e Francisco Tavares

em 20 de dezembro de 2019 2ª parte – conclusão   E o que nos mostra o quadro dos resultados eleitorais? Que as classes média e alta inglesas, a quem não interessava nem o programa de redistribuição de rendimento nem

Eleições no Reino Unido: uma tentativa de explicação dos resultados eleitorais desastrosos para o Partido Trabalhista, para Jeremy Corbyn, para o Reino Unido e para todos nós, gente de esquerda (1ª parte). Por Júlio Marques Mota e Francisco Tavares

em 20 de dezembro de 2019 1ª parte   Na campanha eleitoral para as eleições de 12 de Dezembro na Inglaterra, esteve  em debate o Brexit, esteve em debate não as razões que estão na base do Brexit mas as

Eleições no Reino Unido: uma tentativa de explicação dos resultados eleitorais desastrosos para o Partido Trabalhista, para Jeremy Corbyn, para o Reino Unido e para todos nós, gente de esquerda (1ª parte). Por Júlio Marques Mota e Francisco Tavares

em 20 de dezembro de 2019 1ª parte   Na campanha eleitoral para as eleições de 12 de Dezembro na Inglaterra, esteve  em debate o Brexit, esteve em debate não as razões que estão na base do Brexit mas as

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 5º Texto. Economia Inglesa- atualização: mais empregos, crescimento – e medo

(Victor Hill, 17/05/2019)

Na zona euro, a França, que desde o outono passado tem sido abalada pelos protestos dos Coletes Amarelos, está a crescer muito mais rápido do que a Itália ou a Alemanha. Mas, em geral, as maiores economias do mundo estão a desacelerar e, de acordo com a OCDE, 2019 pode vir a ser o pior ano para o crescimento global desde 2009. O índice de crescimento da OCDE caiu para 99,0 em março – o mais baixo desde setembro de 2009. Há seis meses, o Morgan Stanley reduziu a sua previsão de crescimento global para 2019 de 3,6% para 3,4%.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 5º Texto. Economia Inglesa- atualização: mais empregos, crescimento – e medo

(Victor Hill, 17/05/2019)

Na zona euro, a França, que desde o outono passado tem sido abalada pelos protestos dos Coletes Amarelos, está a crescer muito mais rápido do que a Itália ou a Alemanha. Mas, em geral, as maiores economias do mundo estão a desacelerar e, de acordo com a OCDE, 2019 pode vir a ser o pior ano para o crescimento global desde 2009. O índice de crescimento da OCDE caiu para 99,0 em março – o mais baixo desde setembro de 2009. Há seis meses, o Morgan Stanley reduziu a sua previsão de crescimento global para 2019 de 3,6% para 3,4%.

Al Gore: o criminoso de oito guerras, vendedor do ecologismo. Por Nazanín Armanian

Seleção e tradução de Francisco Tavares ____________________ Estamos uma vez mais perante um excelente e certeiro artigo de Nazanín Armanian que desmascara a mistificação da realidade levada a cabo pelos poderes do capitalismo dominante. Não sendo personagem único no seu

Al Gore: o criminoso de oito guerras, vendedor do ecologismo. Por Nazanín Armanian

Seleção e tradução de Francisco Tavares ____________________ Estamos uma vez mais perante um excelente e certeiro artigo de Nazanín Armanian que desmascara a mistificação da realidade levada a cabo pelos poderes do capitalismo dominante. Não sendo personagem único no seu

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 4º Texto. A reivindicação do Living Wage: renovação ativista, negociação coletiva ou responsabilidade social das empresas?

(Jacques FREYSSINET, 01/07/2019)

A reivindicação de um Living Wage, um “salário digno”, um salário para viver decentemente reapareceu no Reino Unido no início dos anos 2000. Inicialmente defendido na base pelos movimentos sociais, a campanha assumiu formas militantes. Uma segunda abordagem será justaposta, a de um trabalho convincente levado a cabo pelas principais instituições para obter dos empregadores a implementação voluntária do Living Wage. A combinação das duas abordagens é uma fonte de tensão entre as organizações da sociedade civil e o movimento sindical.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 4º Texto. A reivindicação do Living Wage: renovação ativista, negociação coletiva ou responsabilidade social das empresas?

(Jacques FREYSSINET, 01/07/2019)

A reivindicação de um Living Wage, um “salário digno”, um salário para viver decentemente reapareceu no Reino Unido no início dos anos 2000. Inicialmente defendido na base pelos movimentos sociais, a campanha assumiu formas militantes. Uma segunda abordagem será justaposta, a de um trabalho convincente levado a cabo pelas principais instituições para obter dos empregadores a implementação voluntária do Living Wage. A combinação das duas abordagens é uma fonte de tensão entre as organizações da sociedade civil e o movimento sindical.

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Aprendendo com o Brexit (2ª parte-conclusão). Por Costas Lapavitsas

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Aprendendo com o Brexit (2ª parte-conclusão) Uma posição socialista face à União Europeia  Por Costas Lapavitsas Editado por em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Aprendendo com o Brexit (2ª parte-conclusão). Por Costas Lapavitsas

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Aprendendo com o Brexit (2ª parte-conclusão) Uma posição socialista face à União Europeia  Por Costas Lapavitsas Editado por em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 3º Texto. A política de redistribuição na Inglaterra sob o domínio dos Conservadores

(Jacques FREYSSINET, 01/03/2019)

Quando o novo governo conservador coloca em prática um programa brutal de poupanças orçamentais a partir de 2010, este apoia-se, para cortar nos rendimentos mínimos, em denunciar a preguiça, o oportunismo e a fraude. Este discurso agrada ao seu eleitorado porque as medidas implementadas poupam os rendimentos dos reformados, que estão entre os seus apoiantes mais seguros. Segundo Peter Taylor-Goody (2016), este é, portanto, uma utilização deliberada do sistema de proteção social numa estratégia de divisão, (The Divise Welfare State), enquanto este sistema tem sido historicamente desenvolvido como uma ferramenta para a coesão ou mitigação de conflitos em economias de mercado.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 3º Texto. A política de redistribuição na Inglaterra sob o domínio dos Conservadores

(Jacques FREYSSINET, 01/03/2019)

Quando o novo governo conservador coloca em prática um programa brutal de poupanças orçamentais a partir de 2010, este apoia-se, para cortar nos rendimentos mínimos, em denunciar a preguiça, o oportunismo e a fraude. Este discurso agrada ao seu eleitorado porque as medidas implementadas poupam os rendimentos dos reformados, que estão entre os seus apoiantes mais seguros. Segundo Peter Taylor-Goody (2016), este é, portanto, uma utilização deliberada do sistema de proteção social numa estratégia de divisão, (The Divise Welfare State), enquanto este sistema tem sido historicamente desenvolvido como uma ferramenta para a coesão ou mitigação de conflitos em economias de mercado.

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Aprendendo com o Brexit (1ª parte). Por Costas Lapavitsas

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Aprendendo com o Brexit (1ª parte) Uma posição socialista face à União Europeia  Por Costas Lapavitsas Editado por em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Aprendendo com o Brexit (1ª parte). Por Costas Lapavitsas

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Aprendendo com o Brexit (1ª parte) Uma posição socialista face à União Europeia  Por Costas Lapavitsas Editado por em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – A navegar pelo estreito do Brexit. Por Andy Storey

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota A navegar pelo estreito do Brexit   Por Andy Storey Editado por  em 1 de outubro de 2019 (ver aqui)   _______________________ Brexit, a União Europeia e a Esquerda O livro The Left Case

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – A navegar pelo estreito do Brexit. Por Andy Storey

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota A navegar pelo estreito do Brexit   Por Andy Storey Editado por  em 1 de outubro de 2019 (ver aqui)   _______________________ Brexit, a União Europeia e a Esquerda O livro The Left Case

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 2º Texto. A economia britânica: boas notícias, más notícias

(Victor Hill, 15/02/2019)

Dizem-nos constantemente que a UE-27 fala a uma só voz sobre o Brexit e, na medida em que existe apenas uma equipa de negociação e que o Presidente da Comissão Juncker e o Presidente do Conselho Tusk são igualmente beligerantes e anti-Britânicos, isso é verdade. Mas olhemos mais atentamente e constatamos que a União Europeia está, como nunca antes, dilacerada por divisões e desacordos entre os seus Estados-Membros. Isto não são gretas, são enormes rachas !

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 2º Texto. A economia britânica: boas notícias, más notícias

(Victor Hill, 15/02/2019)

Dizem-nos constantemente que a UE-27 fala a uma só voz sobre o Brexit e, na medida em que existe apenas uma equipa de negociação e que o Presidente da Comissão Juncker e o Presidente do Conselho Tusk são igualmente beligerantes e anti-Britânicos, isso é verdade. Mas olhemos mais atentamente e constatamos que a União Europeia está, como nunca antes, dilacerada por divisões e desacordos entre os seus Estados-Membros. Isto não são gretas, são enormes rachas !

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Internacionalismo Socialista contra a União Europeia. Por Neil Davidson

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Internacionalismo Socialista contra a União Europeia  Por Neil Davidson Editado por  em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a Esquerda O livro The Left Case Against

A lição do Brexit e o verdadeiro desafio para o socialismo do século XXI na Europa – Internacionalismo Socialista contra a União Europeia. Por Neil Davidson

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Internacionalismo Socialista contra a União Europeia  Por Neil Davidson Editado por  em 1 de outubro de 2019 (ver aqui) _______________________ Brexit, a União Europeia e a Esquerda O livro The Left Case Against

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 1º Texto. Brexit: Porque é que isto me faz rir, Parte I e II

(Victor Hill, 15/02/2019)

Dizem-nos constantemente que a UE-27 fala a uma só voz sobre o Brexit e, na medida em que existe apenas uma equipa de negociação e que o Presidente da Comissão Juncker e o Presidente do Conselho Tusk são igualmente beligerantes e anti-Britânicos, isso é verdade. Mas olhemos mais atentamente e constatamos que a União Europeia está, como nunca antes, dilacerada por divisões e desacordos entre os seus Estados-Membros. Isto não são gretas, são enormes rachas !

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. Reino Unido: 1º Texto. Brexit: Porque é que isto me faz rir, Parte I e II

(Victor Hill, 15/02/2019)

Dizem-nos constantemente que a UE-27 fala a uma só voz sobre o Brexit e, na medida em que existe apenas uma equipa de negociação e que o Presidente da Comissão Juncker e o Presidente do Conselho Tusk são igualmente beligerantes e anti-Britânicos, isso é verdade. Mas olhemos mais atentamente e constatamos que a União Europeia está, como nunca antes, dilacerada por divisões e desacordos entre os seus Estados-Membros. Isto não são gretas, são enormes rachas !