O BANCO MONTEPIO EM 2018, por EUGÉNIO ROSA

O BANCO MONTEPIO EM 2018: liquidez confortável mas negócio bancário em queda e sem indícios de recuperação e a urgência de afastar a administração de Tomás Correia da Associação Mutualista que está a contaminar todo o grupo e a dificultar a recuperação

EM 2018 VERIFICOU-SE UMA QUEBRA NA MARGEM FINANCEIRA, NO PRODUTO BANCÁRIO E NOS RESULTADOS OPERACIONAIS, MAS O RÁCIO DE LIQUIDEZ MELHOROU

A REDUÇÃO SIGNIFICATIVA DO ATIVO DO BANCO MONTEPIO E A QUEDA CONTINUADA DO NEGÓCIO BANCÁRIO QUE A ATUAL ADMINISTRAÇÃO TEM SIDO INCAPAZ DE INVERTER

Créditos abatidos ao Ativo (write-offs) por se terem considerados praticamente perdidos – 2012/2018

A MANUTENÇÃO DE TOMÁS CORREIA PODERÁ VIR A AFETAR A LIQUIDEZ DO BANCO MONTEPIO

A SUBSTITUIÇÃO DA ANTERIOR ADMINISTRAÇÃO NÃO DETERMINOU VALOR ACRESCENTADO PARA O BANCO MONTEPIO E A RESPONSABILIDADE DO BANCO DE PORTUGAL

Eugénio Rosa

Economista, e candidato a presidente do Conselho Fiscal pela lista C nas últimas eleições do Montepio,  edr@netcabo.pt,19-4-2019

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: